Curiosidades

7 pessoas que ficaram milionárias de formas inesperadas

Enquanto nós gastamos pelo menos cinco a seis dias por semana trabalhando para ganhar a vida, existem pessoas que, seja através de circunstâncias de sorte ou de tomar o risco na hora certa, conseguiram ficar milionárias de formas não muito convencionais. Aqui estão sete dessas pessoas que se tornaram milionárias de maneiras incrivelmente inesperadas.

7. Pat Munroe e as ações da Coca-Cola

Em meados de 1930, a comunidade da cidade agrícola de Quincy, no estado americano da Flórida, estava desanimada com o fraco desempenho da economia local. O banqueiro Pat Munroe notou que as pessoas da cidade estavam comprando garrafas de Coca-Cola com o troco do dinheiro que recebiam, o que mostrava a popularidade do refrigerante entre as pessoas. Além disso, naquela época, as ações da empresa eram muito baratas, saindo a US $ 19 cada. Então, ele resolveu investir em múltiplas ações e, sendo um banqueiro de confiança, muitos seguiram seu conselho e investiram também, ainda que o mercado para esses papéis não tivesse perspectiva de crescimento. Os instintos de Munroe foram recompensados com a popularidade adquirida pela empresa tempos depois, de modo que as ações fizeram com que a cidade praticamente não sentisse os efeitos da Grande Depressão. De fato, Quincy até se tornou uma das mais ricas dos EUA em pib per capita e agora tem pelo menos 67 milionários, o que é um número alto para uma cidade de aproximadamente 8 mil habitantes.

6. Glenda Blackwell e o bilhete de loteria premiado

Em meados de 2016, para supostamente provar a seu marido que os bilhetes de loteria eram um desperdício de dinheiro, uma americana de 57 anos chamada Glenda Blackwell resolveu comprar um bilhete da Loteria Estadual da Carolina do Norte por 10 dólares. No entanto, ela meio que teve que admitir que estava errada, já que ela inesperadamente ganhou $ 1 milhão com o prêmio instantâneo desse único bilhete. Com a grana, ela decidiu comprar uma casa, algumas terras e ajudar a filha, além de poupar algum dinheiro para pagar a faculdade de duas netas.

5. Amanda Hocking e seus livros

Depois de ser rejeitada por todas as editoras que ela havia visitado, uma escritora jovem e sem dinheiro chamada Amanda Hocking decidiu publicar os romances que escrevera por conta própria na Amazon, esperando que pelo menos seus amigos e familiares os comprassem e ela pudesse arrecadar cerca de US $ 300. Só que, para a felicidade dela, dentro de um espaço de 20 meses, ela já havia vendido 1,5 milhões de cópias, ganhando um montante de US $ 2,5 milhões! Ela agora é uma multimilionária e uma das autoras mais procuradas no Kindle.

4. O casal Stohler e a fazenda petrolífera

O casal americano Oscar e Loreen Stohler, ambos com 83 anos, estava vivendo tranquilamente em sua fazenda de gado quando os representantes de uma empresa de petróleo chegaram até eles dizendo que gostariam de perfurar suas terras em busca de petróleo. Embora Oscar duvidasse que qualquer petróleo fosse encontrado, ele permitiu a perfuração. E não é que ele se deu bem? A empresa petrolífera encontrou um grande depósito de petróleo, tornando os fazendeiros milionários praticamente do dia para a noite.

3. Peter Whatling e a busca por seu martelo

Em 1992, enquanto procurava por um martelo perdido com um detector de metais em Suffolk, Inglaterra, o aposentado Peter Whatling acabou encontrando uma enorme reserva de tesouros romanos contendo 15.234 moedas. O governo britânico pagou a ele e ao proprietário da terra cerca de 1,75 milhão de libras por encontrá-lo. Ah, ele também encontrou o seu martelo mais tarde.

2. Um desconhecido e a Declaração de Independência dos Estados Unidos

Em 1991, um homem até hoje não identificado resolveu comprar uma suposta “pintura feia cheia de nomes” por apenas 4 dólares em um brechó. Pouco tempo depois, ele descobriu que a tal “pintura feia” se tratava de uma das 26 cópias conhecidas da Declaração de Independência dos Estados Unidos feita pelo impressor John Dunlap. Mais tarde, ele a vendeu por US $ 2,42 milhões. Isso que é lucro!

1. Gary Dahl e as pedras de estimação

Em 1975, um homem chamado Gary Dahl ficou milionário vendendo pedras da Praia Rosarito, no México, como se fossem animais de estimação vivos para os americanos por US $ 4 cada. Dahl comprava as pedras por um centavo cada e as colocavam dentro de caixas devidamente produzidas. Além disso, cada kit vinha com um livreto de 32 páginas que “ensinava a como criar a pedra corretamente”.

Pessoas milionárias com muita sorte, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de