Curiosidades

Por que o velocímetro vai muito além da velocidade que o carro pode atingir?

Se você for julgar a velocidade máxima que um carro pode atingir apenas pelos números mostrados no velocímetro, é capaz que você imagine que um veículo popular possa até ultrapassar a marca dos 200 km/h. No entanto, a menos que você esteja dirigindo um carro esportivo, o seu veículo nunca chegará nem perto dessa marca. Na verdade, de acordo com o ex-executivo da Nissan, Larry Dominique, os carros populares não são projetados para ultrapassar a barreira dos 160 km/h, independentemente do que os números que o seu velocímetro possam alegar. No entanto, isso levanta uma questão interessante. Afinal, se um carro popular não pode correr tão rápido assim, por que o seu velocímetro apresenta velocidades tão altas?

Primeiramente, existe toda uma questão de logística e economia envolvida nisso. As montadoras não gostam de fazer um velocímetro específico para cada tipo de carro lançado no mercado por conta dos altos custos que essa simples modificação poderia apresentar. Além disso, essa iniciativa ajuda a agilizar o processo de fabricação dos velocímetros, já que muitas fabricantes usam os mesmos velocímetros para seus veículos, seja em carros de desempenho médio ou até mesmo nos seus modelos esportivos mais avançados. Essa prática também reflete a necessidade dos fabricantes de vender os seus carros internacionalmente, já que os limites de uma estrada na Alemanha não são necessariamente os mesmos de uma pista na Colômbia.

Vale destacar que também existe toda uma questão de psicologia do consumo e marketing envolvida nisso. Para as pessoas desavisadas que compram um carro novo, as velocidades mais altas podem subconscientemente dar a entender que o veículo possui um motor muito mais forte do que ele realmente tem. Assim, do ponto de vista de atrair mais compradores, os velocímetros exagerados fazem todo o sentido.

No entanto, alguns psicólogos acreditam que as altas velocidades mostradas no velocímetro podem desempenhar um efeito negativo no comportamento dos motoristas nas estradas, já que eles podem achar que conseguem lidar com altas velocidades ao dirigir de forma mais imprudente.

E você, já tinha reparado nesse detalhe dos velocímetros? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de