Saúde

O que é distimia?

Há alguns dias falei que a distimia era uma grande causadora da terrível Privação do Sono e acabei ficando curiosa… Afinal, que doença é esta?

A distimia é um tipo crônico e menos grave de depressão, a grande diferença está na durabilidade dos sintomas que podem levar de dois a mais anos para desaparecerem. Pacientes com a doença tendem a ter menor interesse em atividades do dia a dia, não sentir muita esperança, ter baixa produtividade, autoestima baixa e um sentimento de estar inadequado. Além disso, a distimia causa uma quantia excessiva de autocríticas, dificuldade em se divertir e aumento nas reclamações.

Para você ter ideia, no Brasil existem de 5 a 11 milhões de pessoas sofrendo hoje com este mal, isso segundo a Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos (ABRATA).

O que causa a distimia?

Então, a causa exata ainda é desconhecida, porém já se sabe que a mesma tem algumas semelhanças com a causa da depressão. Ou seja, a distimia pode ser causada devido a fatores bioquímicos como mudanças físicas no cérebro, fatores genéticos já que a doença se apresenta em pessoas que possuam algum grau sanguíneo de parentesco e fatores ambientais, da mesma forma que a depressão, tais como situações da vida, luto, estresse, problemas financeiros, amorosos e etc.

Sintomas de Distimia

Os sintomas da distimia são muito semelhantes aos da depressão, porém se apresentam em menor intensidade. São eles: tristeza ou humor deprimido em parte majoritária do dia, perda do prazer em fazer coisas que até então gostava, mudança de peso (ganho ou perda), aumento ou perda de apetite, insônia ou excesso de sono, inquietação, sensação de ausência de energia, sentimentos como falta de esperança, excesso de culpa ou inutilidade, problemas de concentração e pensamentos recorrentes relacionados a morte e suicídio.

Você conhecia esta doença e sua gravidade? Comente!

Você também pode gostar de