Curiosidades, História

Quem é a mulher mais baixa do mundo?

Quem é a mulher mais baixa do mundo?

Eu sou baixinha, tenho 1,56 de altura e sempre sofri bullying na infância em função deste fato. Hoje, ‘cresci’ (desculpe o trocadilho) e adoro minha altura, demorou mas ao menos percebi as inúmeras vantagens de ser desprovida na vertical.

Caibo em qualquer lugar, nunca fico apertada em um carro ou ônibus, sempre tenho espaço para a cabeça e para as pernas, ocupo menos espaço nos lugares e por ai vai… kkk. Pensando nesta característica, decidi pesquisar qual teria sido a mulher mais baixa do mundo e o resultado é surpreendente!

A mulher mais baixa do mundo nasceu em 26 de fevereiro de 1876 nos Países Baixos, mais precisamente em Ossendrecht. Seu nome era Pauline Musters e no dia em que nasceu, já media apenas 30 cm enquanto um bebê recém-nascido deve medir a média de 48 cm. Apesar de poder ter sido apenas um bebê com tamanho semelhante ao de um prematuro, os anos que se passaram já alertavam sobre o recorde que iria bater mais a frente.

Quando tinha 9 anos, Pauline pesava 3 kg apenas e sua altura era de 55 centímetros, já em sua idade adulta seu peso era de menos de nove quilos. A história conta que não faltaram homens para flertar com ela e seu corpo era levemente curvilíneo. Ainda criança o público já se encantava com a Pequena Princesa Pauline que não apenas caminhava mostrando sua altura surpreendente como dançava e fazia acrobacias utilizando vestidos notáveis e elegantes como seu ‘título’. Durante a vida ela esteve na Bélgica, Alemanha, França, Gra-Bretanha até que decidiu em 1894 ir atuar nos Estados Unidos onde estreou no Proctor’s Theater de Nova Iorque na véspera do Ano Novo onde encantou a plateia.

Ela era como uma fada, movia-se com graça e delicadeza, exatamente como uma princesa faria. Não demorou para que fizesse imenso sucesso na cidade até que, infelizmente, contraiu pneumonia e meningite e acabou falecendo em 1 de março de 1895 na cidade que tanto a amava.

Incrível sua história, não é mesmo? Comente!

Leia Também: