Curiosidades, História

Mary Toft: A mulher que alegava ter dado à luz coelhos

Mary Toft: A mulher que alegava ter dado à luz coelhos

Neste mundo já se ouviu cada história que você nem imagina, Mary Toft é uma dessas pérolas que fazem nosso queixo cair.

Na cidade de Goldaming, Inglaterra, existia uma mulher chamada Mary Toft que certa vez decidiu que enganaria diversos médicos. Em 1726 ela teria ficado grávida, porém sofreu um aborto espontáneo que, segundo ela, foi causado ao ter se impressionado com um coelho que andava em sua propriedade. Na época, ela afirmou que teria dado à luz diversos coelhinhos e isso deixou os médicos muito confusos.

Um cirurgião local chamado John Howard foi chamado para investigar o caso e ele afirmou ter visto partes do animal saindo do útero dela, assim notificando imediatamente diversos outros médicos para iniciarem uma pesquisa. Foi quando o Dr. Nathaniel St. André que trabalhava como cirurgião na corte de Jorge I foi até Mary e decidiu que era um caso genuíno. Isso começou a intrigar o próprio rei que enviou outro cirurgião chamado Cyriacus Ahlers que a examinou e ficou extremamente incrédulo sobre a possibilidade.

Mary Toft acabou ficando muito conhecida e esta história curiosa estava dando muito ‘pano para a manga’. Foi quando ela foi levada até Londres para investigações detalhadas onde ficou sob vigilância constante e foi pressionada diversas vezes a contar o que realmente aconteceu, afinal durante o tempo de pesquisa ela não deu à luz nenhum coelho. Foi quando ela finalmente confessou que era tudo mentira e assim foi presa por fraude.

Todos os cirurgiões que a examinaram e acreditaram na história acabaram com suas carreiras arruinadas e foram muito zombados e satirizados em diversas ocasiões. Até mesmo o satirista e crítico social William Hogarth escreveu sobre isso. Eventualmente, as acusações contra Mary foram retiradas e ela voltou para casa onde viveu o resto de sua vida.

Bizarro, não é mesmo? Comente!

Leia Também: