Curiosidades

Você sabia que o Rato-toupeira-pelado é incapaz de sentir dor?

É isso mesmo que você leu, existe um mamífero roedor chamado Rato-toupeira-pelado que é simplesmente incapaz de sentir dor! Saiba mais agora mesmo.

O rato-toupeira-pelado é um tipo de roedor que faz parte da família Bathyergidae, sendo a única espécie do gênero heterocephalus. Ele é facilmente encontrado na Somália, Etiópia, Djibouti e no Quênia. Vive tranquilamente no Parque Nacional de Tsavo Ocidental e na cidade de Voi também. Dentre suas características estão os dentes incisivos que nunca param de crescer, o classificando assim como roedor. Em função deste crescimento constante, os dentes precisam ser gastos e para isso eles cavam, como uma toupeira.

Eles vivem no subterrâneo onde existem baixíssimos índices de oxigênio e altas concentrações de amônia e dióxido de carbono, para sobreviver a estes ambientes ele ‘desliga’ alguns nervos e assim se mantem saudável. Além disso, estudos recentes divulgaram que eles são capazes de metabolizar frutose da mesma forma que as plantas, então quando estão nessas situações de baixo oxigênio eles liberam frutose na corrente sanguínea que são transportadas até o cérebro. Tudo isso permite que eles fiquem até 18 minutos em ambientes sem nenhum oxigênio!

Ele é tão feiosinho que chega a ser fofinho… kkk

Mas vamos a característica que você mais quer saber: a dor. Cientistas afirmam que o rato-toupeira-pelado é incapaz de sentir dor quando submetidos ao fogo, pimenta ou qualquer outro produto químico ao qual foram testados, além disso a espécie é totalmente resistente ao câncer! Sua estrutura corporal é um curioso mistério para a ciência que a cada dia pesquisa e tenta descobrir o segredo por trás de tudo isso.

Uma curiosidade interessante é a forma como eles se reproduzem. Eles passam quase toda a vida debaixo do solo e são raramente vistos na superfície, lá eles vivem em colônia onde há uma rainha que se acasa com um único macho. É ela quem comanda os membros do grupo que se mantém sob controle, as fêmeas são controladas através de feromônios enquanto os machos são surrados e empurrados quando querem reproduzir. A única chance que eles possuem de acasalar é quando um macho sai da toca e procura uma fêmea de outra colônia para terem filhotes.

Curioso, não é mesmo? Comente!

Leia Também: