Notícias

Mulher engole colher tentando remover espinha de peixe da garganta na China

Mulher engole colher tentando remover espinha de peixe da garganta na China

Médicos em Shenzhen, na China, recentemente tiveram que realizar uma endoscopia de emergência para remover uma colher de metal de aproximadamente 13 centímetros que estava localizada no duodeno de uma mulher, depois de ela ter acidentalmente a engolido enquanto tentava remover uma espinha de peixe da sua garganta.

A paciente imprudente, citada nos jornais chineses apenas como “Lily”, supostamente engoliu a colher de aço inoxidável antes do Festival de Qingming, no início de abril, mas só se preocupou em ir ao hospital depois de quatro dias, quando uma forte dor no estômago passou a lhe incomodar. Ela disse ter deixado a colher escorregar dos seus dedos na tentativa de remover a tal espinha de peixe, sendo que no final das contas ela acabou engolindo o talher.

A chinesa acreditava que seria muito difícil encontrar o atendimento adequado no hospital local antes do Festival de Qingming, o que ajuda a explicar a sua decisão de só ter consultado um médico sobre o seu problema dias após o incidente. Quando ela finalmente chegou ao hospital Shenzhen Nanshan na segunda-feira passada e disse aos médicos o que havia acontecido, eles pediram um raio X e se surpreenderam ao ver a grande colher de metal presa no seu duodeno, que é a parte inicial do intestino delgado.

“Como a colher estava em uma posição horizontal, nós a ajustamos cuidadosamente antes de puxá-la verticalmente”, disse o médico Sun Tingji aos jornais locais. A colher de metal causou inchaço e erosão no duodeno da paciente, mas os médicos conseguiram removê-la e, após o tratamento, a mulher teve alta e espera se recuperar completamente.

Embora sejam raros, casos de pessoas engolindo talheres já foram relatados no passado. Por exemplo, no ano passado chegamos a escrever aqui no TriCurioso sobre um homem chinês que engoliu uma colher por causa de uma aposta, chegando a viver com ela em seu esôfago durante um ano inteiro!

Bizarro, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: