Bizarro, Curiosidades

O que é o fenômeno rei dos ratos?

O que é o fenômeno rei dos ratos?

Se você tem medo, nojo ou repulsa de ratos, esta não é uma matéria para você. Entretanto, caso deseje permanecer, você sabe o que é Rei dos Ratos? Eu conto, fique tranquilo.

Rei dos ratos é um termo destinado a descrever um grupo de ratos que acabam presos uns aos outros pela calda. Isso ocorre quando há sangue, gelo, sujeira ou simplesmente um nó mesmo que une diversas caldas de ratos ao centro. Este grupo acaba crescendo e tendo seus rabos calcificados juntos, fazendo com que fiquem fundidos para todo o sempre. O número de indivíduos unidos em um Rei dos Ratos é variável e o maior grupo já encontrado tinha 32 ratos unidos.

Diversos espécimes de Rei dos Ratos são mantidos em museus até hoje, inclusive no museu de história natural Mauritianum que fica em Alterburgo, Turíngia, é onde está o bizarro espécime com 32 ratos unidos pelo rabo. Ele foi encontrado em 1828 em uma chaminé de um moinho na cidade e Buchheim. Outro espécime encontrado em 1963 pelo fazendeiro P. van Nijnatten em Rucphen, Países Baixos, foi mais estudado e um raio x comprovou que devido a formação de calos nas fraturas nas caldas eles viveram juntos por muitos anos. O último caso foi encontrado em 16 de janeiro de 2005 em Võrumaa, Estônia.

O nome original do fenômeno foi dado em alemão, Rattenkönig, que foi adaptado para o inglês Rat King e para o francês Roi des rats. No início, o termo era utilizado para definir pessoas que viviam as custas de outras. Konrad Gesner certa vez disse “Alguns querem que o rato seja poderoso na sua velhice e seja alimentado por seus filhotes: isso é chamado de rei dos ratos”. Depois, Martinho Lutero disse: “finalmente, há um Papa, o rei dos ratos bem lá no topo”. Só mais tarde que o termo Rei dos Ratos foi designado ao fenômeno das caudas unidas.

Bizarro, não é mesmo? Comente!

Leia Também: