Curiosidades

Você sabia que é possível chover animais?

Eu não disse que este mundo é muito, muito, muito maluco! Já pensou em andar pela rua e começar a chover animais? Assustador, porém possível.

Lendas e relatos afirmam que um fenômeno relativamente raro ocorreu em diversas cidades ao longo de toda a história. Este fenômeno consistia em uma ‘chuva’ onde caiam do céu peixes, sapos e pássaros. Quando ocorria, a maioria dos animais já caia congelados em blocos de gelo, o que demonstra que vinham de grandes altitudes. Entretanto, alguns peixes sobreviviam.

Primeiro registro

Então, existem textos quem vêm de antes da Idade Média e que afirmam a existência da chuva de animais ou de objetos orgânicos (como pedaços de carne provenientes destes animais). Existe um relato vindo do Antigo Egito escrito em um papiro por Alberto Tulli (que historicamente é uma controvérsia) onde existe o registro de peixes e pássaros caindo do céu. A Bíblia também narra algo parecido quando Josué e seu exército foram ajudados pela chuva de pedras que atingiu o exército amorita. A chuva de rãs das dez pragas do Egito também pode ser algo semelhante ao primeiro registro.

Já no século IV a. C. um autor grego chamado Ateneu narra uma chuva de peixes que teria atingido a região de Queronea, Peloponeso, durante três dias. Já no século I o escritor Plínio, o Velho, teria descrito uma chuva de carne e sangue onde era possível ver partes de animais como rãs. Então, finalmente na Idade Média, existem registros que dizia que os peixes nasciam no céu e quando adultos, caiam no mar.

Registros recentes

Os últimos três relatos precisam ser mencionados, afinal demonstram que este não é um fenômeno fantasioso. Em 2007 houve uma chuva de rãs em El Rebolledo (Espanha), já em 2010 choveram peixes brancos vivos em Lajamanu (Austrália), por último na virada de 2010 para 2011 mais de três mil aves tordo-sargento caíram em Beebe Arkansas, todas mortas.

Como acontece

Existem diversas teorias e cada uma para cada caso. O acontecimento em Arkansas, por exemplo, pode ter sido ocasionado pelo pânico das aves de fogos de artifício, tendo um grande bando se apavorado e falecido em conjunto, causando a chuva. No caso de rãs e sapos acredita-se que em função de se locomoverem pulando, sejam facilmente arrastados dentre um tornado, sendo levados as alturas e depois caindo em formato de chuva. Ou seja, tudo depende das circunstâncias.

Bizarro, não é mesmo? Comente!

Leia Também: