Curiosidades

Conheça o belíssimo Wat Chet Yot onde mulheres não podem ir ao topo

Na Tailândia existe um templo budista belíssimo chamado Wat Chet Yot que realmente merece ser conhecido. Vamos lá?

O Templo Wat Chet Yot é um tempo que fica na província de Chiang Mai, norte da Tailândia. Ele consiste em um centro de peregrinação que inclui todos os que nasceram no ano da serpente. Ele foi encomendado em 1455 pelo rei Tilokaraj que fazia parte da dinastia Mangrai. Para isso ele enviou diversos monges para Bagan, Birmânia (atual Myanmar) para que pudessem estudar a arquitetura e construção do Templo Mahabodhi que é uma cópia do original Templo Mahabodhi que fica em Both Gaya, norte da Índia. Foi lá que Sidarta Gauma, o Buda, conseguiu alcançar a iluminação.

Segundo conta uma lenda chamada Jinakālamālī, em 1455 o rei Tilokaraj plantou uma árvore Bodhi no lugar e em 1476 teria se estabelecido o santuário para comemorar os 2 mil anos do budismo. Então, no ano seguinte o 8º Conselho Municipal Budista foi realizado já no novo templo, assim renovando o Tripitaca. Wat Chet Yoot possui um santuário central chamado Maha Pho Wihan que lembra bastante o templo Mahabodhi e tem grandes influências indianas. No plano telhado do edifício existem sete torres que são as responsáveis por dar nome ao templo.

Já dentro do edifício podemos ver uma abóbada de berço onde existe uma estátua de Buda em seu final. Já tanto a sua esquerda quanto a sua direita existem existem escadas que levam homens autorizados até o topo onde mulheres não são permitidas, infelizmente. Certa vez cresceu no telhado da estrutura uma árvore Bodhi que precisou ser removida em 1910 para que não houvesse um colapso na estrutura.

Nas fachadas do edifício podemos ver setenta relevos de estuque de Thewaa, Deva. No budismo, este é um dos diferentes tipos de seres não humanos. Eles são mais poderosos, tem o poder de viver mais e sua existência e mais satisfatória do que a média dos seres humanos. Em Wat Chet Yot também existem extensos jardins com elementos que representam o Reino Chedi ao estilo Lanna.

Lá encontramos diversas estupas cujas bases foram ajustadas ao formato chedi. A maior delas contém as cinzas do rei Tilokarat. No noroeste do complexo existe um phra ubosot que contém um gablete de madeira esculpida cercado por dois Bai Sema que são marcos de fronteira que mostram onde termina a área sagrada do templo. Lá também existe uma lagoa e uma praça.

Gostou do templo? Comente!

Leia Também: