Curiosidades, História

Quais foram as principais causas da Segunda Guerra Mundial?

A Segunda Guerra Mundial foi um conflito militar global que durou de setembro de 1939 a setembro de 1945. A guerra foi travada entre os Poderes do Eixo (liderados pela Alemanha, Itália e Japão) contra as Potências Aliadas (liderados por Grã-Bretanha, França e União Soviética). Embora muitas vezes se diga que a guerra começou quando a França e a Grã-Bretanha declararam guerra à Alemanha como resultado da invasão da Polônia, as causas que levaram à guerra são bem mais complexas. Na verdade, uma variedade de fatores, tanto de curto quanto de longo prazo, levaram à Segunda Guerra Mundial. Confira a seguir os principais:

A reparação do Tratado de Versalhes por parte da Alemanha

Depois que a Primeira Guerra Mundial terminou em 1918, havia um sentimento geral de que a Alemanha deveria ser responsabilizada por seu envolvimento no conflito e que algumas sanções deveriam ser impostas aos alemães para que eles não pudessem voltar a guerrear. O chamado “Tratado de Versalhes” exigia que a Alemanha devolvesse os territórios franceses que havia reivindicado durante a Guerra Franco-Prussiana, além de pagar uma enorme quantia de dinheiro pelos danos causados. No entanto, alguns especialistas, incluindo John Maynard Keynes, advertiram que o Tratado de Versalhes era muito duro com a Alemanha, de modo que ele poderia despertar sentimentos de humilhação e revolta nos alemães. De fato, não demoraria muito para que essas profecias se tornassem uma realidade.

A ascensão de Hitler e outros ditadores fascistas

Por conta do Tratado de Versalhes, os alemães passaram a compartilhar uma raiva que foi construída sobre a frustração em perder a guerra juntamente com as crescentes taxas de desemprego que estavam prestes a piorar. Durante este tempo, Adolf Hitler viu uma oportunidade para atrair o povo alemão com suas promessas de soluções fáceis para os problemas enfrentados pelo país. Ao mesmo tempo, Hitler não era o único líder fascista em ascensão na Europa. Na Itália, Benito Mussolini era ditador desde os anos 20 e compartilhava com Hitler um conjunto de ideologias opressoras que tinham muito em comum, já que ambas eram fortemente alimentadas pelo sentimento nacionalista.

A Grande Depressão dos anos 1930

Não há dúvidas de que a Grande Depressão desempenhou um papel significativo no surgimento da Segunda Guerra Mundial. Fatores como o desemprego em massa na Alemanha e a pobreza no Japão provocaram uma ira considerável entre os cidadãos, fazendo com que eles fossem facilmente influenciados por governos ditatoriais. De fato, essa raiva era usada pelos governos como uma ferramenta para controlar as pessoas, que poderiam ser influenciadas por promessas de emprego e melhores qualidades de vida.

A invasão japonesa da Manchúria (China)

Em 1931, o Japão invadiu a Manchúria, uma vasta região no nordeste da China. Temendo a repercussão internacional, o governo japonês enquadrou o Incidente de Mukden como o motivo para sua invasão. No entanto, o verdadeiro motivo deles era capturar o território chinês, um projeto que havia começado no final do século 19, ainda na Primeira Guerra Sino-Japonesa. A invasão começou com o bombardeio de várias cidades, incluindo Guangzhou, Nanjing e Xangai, onde o Exército Imperial Japonês realizou terríveis crimes de guerra.

Ataque a Pearl Harbor

Embora não tenha sido um evento que resultasse no início da guerra, o ataque a Pearl Harbor merece destaque por ser o principal motivo para os Estados Unidos entrarem de vez na guerra. Tudo começou em 7 de dezembro de 1941, quando o Japão surpreendeu os Estados Unidos ao bombardear uma navios de guerra na base americana Pearl Harbor, no Havaí, como uma declaração de guerra. Após os atentados, os Estados Unidos declararam guerra ao Japão em retaliação e pouco depois, a Itália e a Alemanha também declararam guerra aos Estados Unidos.

Sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: