Curiosidades

Madeleine McCann: Relembre o misterioso desaparecimento

No ano de 2007, o mundo acompanhava as investigações do caso de Madeleine McCann, diversos jornais do mundo inteiro noticiaram o desaparecimento da garotinha de apenas 3 anos. Várias teorias foram levantadas para tentar compreender o caso, o fato é que até os dias atuais, 12 anos após o ocorrido tudo permanece um verdadeiro mistério. Hoje iremos relembrar detalhes sobre o caso e saber quais são as últimas novidades.

Madeleine McCann tinha 3 anos e era a filha mais velha do casal Kate e Gerry McCann, ela tinha dois irmãos gêmeos que tinham 2 anos. Madeleine e sua família moravam em Rothley, na Inglaterra. Em maio de 2007, a família McCann estava passando férias em Portugal, eles ficaram hospedados em um resort localizado na Praia da Luz, o local era comumente frequentado por britânicos. O dia 3 de maio poderia até parecer um dia comum, mas infelizmente tudo estava prestes a mudar drasticamente.

O Desaparecimento

Gerry e Kate estavam super felizes e entrando no clima de diversão, eles resolveram sair para jantar com alguns amigos no Tapas Bar do Ocean Club, que ficava a 100 metros do resort. Kate colocou as crianças para dormir e combinou com o marido que a cada 30 minutos um deles iria verificar como as crianças estavam. Às 21:00, Gerry foi até o quarto e checou os filhos, tudo estava bem por lá, meia hora depois um amigo do casal foi verificar e tudo permanecia perfeitamente normal.

Quando o relógio marcava 22:00, foi a vez de Kate ir verificar as crianças, os gêmeos continuavam em suas camas, porém Madeleine não, além disso, a janela do local estava aberta e percebia-se que ela havia sido forçada. Kate correu até o bar desesperada e um amigo do casal avisou sobre o desaparecimento para os funcionários do resort. A recepção do Ocean Club acionou a Guarda Nacional Republicana às 22:41. Todos os funcionários e hóspedes do resort ajudaram na busca juntamente com as autoridades até aproximadamente 04:30 da madrugada.

Investigação

Guilhermino Encarnação foi quem fez a primeira declaração oficial da Polícia Judiciária às 12:00 do dia 5 de maio, ele alegou que haviam suspeitas de um crime de rapto de criança e que poderia haver um esboço de um provável suspeito. Uma amiga do casal alegou ter visto um homem carregando uma criança na noite do desaparecimento. Após dias insistindo que já havia algum suspeito, no dia 13 de maio a polícia admitiu que não tinha nenhuma prova que levasse a um suspeito.

No dia seguinte, Robert Murat que era vizinho do resort foi considerado suspeito após ter sido interrogado, várias investigações foram feitas com Murat, inclusive seus dois carros foram examinados, seus computadores, telemóveis, fitas cassetes e vídeos foram confiscados. No dia 17 de maio, o inspetor Olegário de Sousa informou que não haviam evidências suficientes para culpar Murat pelo desaparecimento.

A investigação continuou por dias e meses, várias pessoas chegaram a ser consideradas suspeitas, até que em setembro do mesmo ano foi a vez da polícia ouvir mais uma vez os pais de Madeleine e agora começaram a surgir especulações de que eles poderiam estar envolvido no desaparecimento da menina, a principal afirmativa usada foi que Madeleine teria morrido acidentalmente por negligência dos pais e eles teriam escondido o corpo, a investigação chegou a ir longe, porém não foi concluída por falta de provas.

Anos depois

O caso passou vários meses sendo investigado, esses meses se tornaram anos, até que foi suspenso, em 2013 houve uma tentativa de retomar o caso, pois acreditava-se que havia possibilidade da garota estar viva. A investigação recomeçou do zero, porém mais uma vez não chegou a ser concluído por falta de investimento financeiro do Ministério do Interior do Reino Unido.

Agora em 2019, 12 anos após o ocorrido, um assassino alemão que chegou a matar três crianças, se tornou o principal suspeito do caso Madeleine. Martin Ney foi preso em 2012 e quando a polícia britânica estava revendo o caso da garotinha, percebeu que o rosto de Martin batia com o retrato falado que uma testemunha fez em 2007. Martin se tornou o principal suspeito do caso, agora temos que aguardar e torcer para que essa história tenha um fim, afinal o caso segue ainda sendo um grande mistério e a família precisa saber o que aconteceu com Madeleine.

Netflix

A Netflix produziu uma série documental com 8 episódios que segue a investigação do desaparecimento e mostra teorias da polícia, depoimentos prestados e suspeitas levantadas. A série já está disponível no catálogo da Netflix e vale muito a pena ser visto, já que ele mostra detalhes sobre o caso que precisam ser relembrados.

Gostou da matéria de hoje? Não esquece de compartilhar e comentar esse post!

Leia Também: