Curiosidades, História

Conheça a história dos Jardins da orla de Santos

Conheça a história dos Jardins da orla de Santos

Se você já visitou Santos ou pesquisou sobre a cidade certamente já ouviu falar sobre os Jardins da orla de Santos, entretanto você conhece sua história? Vem comigo descobrir!

Os Jardins da orla de Santos são jardins gigantes que ficam na beira do mar e se estendem por sete bairros da cidade: Aparecida, Boqueirão, Embaré, Gonzaga, José Menino, Pompeia e Ponta da Praia. Lá você encontra inúmeros recursos biológicos, espécies de flores e também de pássaros em um lugar lindíssimo. O local é extremamente bem preservado e cuidado, mantendo o ambiente praiano de Santos impecável com palmeiras e amendoeiras. Os responsáveis pelos jardins são os departamentos de meio-ambiente da região, muitos deles são ligados às universidades ou instituições biológicas da cidade.

Origem

Tudo começou em 1914 com a ideia do engenheiro Saturninho de Brito que se uniu com 38 funcionários para fazer estes jardins incríveis nascerem. Durante a década de 20 surgiram os primeiros jardins próximos aos hotéis que iam da orla até a área das construtoras. Porém, o poeta Vicente de Carvalho unido ao então prefeito Joaquim Montenegro lideraram um movimento que conseguiu a cessão da área para o município, essa conquista aconteceu em 1922.

A ideia era construir uma ‘cidade-jardim’, porém em 1930 na verdade foi feito um trecho com traçado retilíneo e que seguia um estilo clássico. Em 1935 o estilo se seguiu no trecho do bairro Gonzaga, sendo que sua primeira parte ficou pronta já em 1939. Nos anos 50 as avenidas da praia foram duplicadas, o que fez com que os jardins perderem 15 km². Entretanto, em 1960 Armando Martins Clemente assumiu o projeto e criou o traçado curvilíneo que temos até hoje.

Características e Vegetação

Os jardins possuem 5.335 metros de comprimento e largura entre 45 e 50 metros, tendo 218 mil m² no total. Toda essa vegetação fica de frente para toda a faixa de areia da praia desde o José Menino até a Ponta da Praia. Ao caminhar por lá você verá longos gramados com alamedas de palmeiras e incríveis 19 espécies diferentes de arbustos isolados que lhe dão um padrão único. Em 2002 o jardim integrou o Guinness Book por ser o maior jardim frontal à orla da praia. Sobre sua vegetação, lá você encontra 719 canteiros, os que recebem primeiro vento sul são plantas mais resistentes que fazem barreira para os canteiros internos.

Existem 77 espécies de flores perenes, sendo predominantes os lírios amarelos e brancos, biris vermelhos, crisântemos brancos, amarelos e mesclados. Em função do solo não ser propício ao cultivo de muitas flores, o jardim aposta em folhagens coloridas para criar o contraste com os matizes verdes. Segundo o último levantamento hoje existem 1746 árvores das quais 943 são palmeiras de pequeno e médio porte de 21 espécies diferentes. Das demais 803 árvores temos principalmente os chapéus-do-sol que compõe 90% do local.

Incrível, não é mesmo? Comente!

Leia Também: