Bizarro, Curiosidades, História

Conheça os piores métodos de tortura já utilizados

Conheça os piores métodos de tortura já utilizados

Os povos antigos eram famosos pela crueldade. A Santa Inquisição queimou as mulheres na fogueira, a escravidão torturava os negros, o nazismo dizimou os judeus… Atualmente podemos dizer que os humanos estão “um pouquinho” melhores no quesito torturas e crueldade. Então hoje trouxemos uma lista com os piores  métodos de tortura utilizados ao longo da história, para você ter uma ideia de como antigamente as coisas podiam ser bem piores do que são que hoje. Vem que eu te conto!

O que é tortura?

A tortura é o ato de aplicar dor e sofrimento a outro ser humano por meios de mecanismos desumanos. Ela pode ser imposta por meio de dor física ou psicológica. Ela existe desde os primórdios da humanidade, quando o homem passou a conviver em sociedade.

Conheça os piores métodos de tortura já utilizados

  • Ser enterrado vivo

Na Roma Antiga,  se uma mulher quebrasse o voto de castidade era castigada de um jeito muito cruel: ela era enterrada viva. Os homens também eram punidos dessa forma, mas antes eram perfurados por estacas para que o sofrimento fosse maior, sofressem pela dor dos machucados além do fato de ser enterrado.

Leia também: Você sabia que esmagamento por elefante já foi método de execução?

  • Crucificação

A gente costuma pensar que isso só aconteceu com Jesus, mas a crucificação era um dos métodos preferidos de tortura dos antigos romanos. Os escravos condenados a crucificação eram açoitados nus antes. Para aumentar o nível de crueldade, alguns eram crucificados de cabeça para baixo.

  • Virar alimento para porcos

O Papa Gregório I era o responsável por esse método de torutra. As jovens que perdessem a virgindade antes do casamento eram despidas em público, tinham suas barrigas rasgadas e preenchidas com cevada. Em seguida eram servidas como alimento para porcos selvagens.

  • Serrote

Considerado um dos piores castigos da Idade Média. A vítima era amarrada de cabeça para baixo em dois postes de madeira. Em seguida ela tinha o corpo serrado ao meio com uma grande serra. O corte começava a partir dos genitais da vítima. Eles eram amarrados de cabeça para baixo para que o sangue continuasse irrigando o cérebro e ela permanecesse consciente por mas tempo durante o castigo.

  • Ser cozinhado vivo

Esse método era bastante utilizado em Madagascar. A vítima era colocada em um caldeirão gigante e era cozinhada viva. Eles também costumavam pendurar as vítimas pelos pés e mergulhá-las até a cintura em água fervente.

  • Desmembramento

Esse método de tortura era muito popular na Europa. O condenado tinha os braços e pernas amarrados a quatro cavalos, cada um alinhado em uma direção diferente. Ao sinal de um homem, os cavalos saíam em disparada, arrancando os membros do condenado. Eles ainda arrastavam os membros por longos quilômetros, para usar de exemplo para a população seguir as leis impostas.

  • Esmagamento por elefante

Muito utilizado na Pérsia. Esse método de tortura consistia em  deitar a  pessoa no chão e ao comando do dono, o elefante a pisoteava. Muito bem treinado, o animal nem hesitava para seguir a ordem.

Você conhecia esses métodos de tortura? Conta pra nós!

Leia Também: