Curiosidades, História

Conheça o vestido mais antigo do mundo

Conheça o vestido mais antigo do mundo

É quase impossível imaginar que uma peça de roupa usada há milhares de anos tenha sobrevivido até os dias atuais. No entanto, o “Vestido Tarkhan”, batizado em homenagem à cidade no Egito onde foi encontrado em 1913, realmente sobreviveu até a era moderna, tendo sido recentemente datado usando a mais avançada tecnologia de datação por radiocarbono.

Canecas para Presente

Os testes de datação por radiocarbono foram feitos por uma equipe da Universidade de Oxford, confirmando todas as principais informações sobre o vestido. Essa peça de roupa milenar data de cerca de 3482 aC, tornando-se a vestimenta mais antiga do mundo. Obviamente, por conta da ação do tempo, o tecido mal se parece com um vestido nos dias atuais. Na verdade, se parece mais com uma camiseta desgastada. No entanto, naquela época, o vestido pode ter sido bastante estiloso até para a era moderna, já que novos testes mostram que o linho usado na sua produção foi costurado para exibir a riqueza e o poder de alguma pessoa importante do reino do Antigo Egito.

Alice Stevenson, membro do corpo docente do Museu Petrie de Arqueologia Egípcia, em Londres, disse em um comunicado de imprensa: “A sobrevivência de produtos têxteis altamente perecíveis no registro arqueológico é sempre algo excepcional. A sobrevivência completa, ou quase completa, de artigos de vestuário como o Vestido Tarkhan são ainda mais notáveis​​”.

Acredita-se que o resto que se perdeu do vestido consistia em uma espécie de saia conectada à cintura. As mangas são feitas de duas peças de material unidas ao topo da roupa, que por sua vez se encontram no centro do vestido, dando um decote em forma de V no topo. O tecido tem uma faixa cinza irregular como decoração e as mangas ainda estão relativamente intactas. Curiosamente, esses detalhes podem fornecer um certo vislumbre de como era a vida antiga no Egito Antigo há milhares de anos, já que juntamente com outros restos têxteis encontrados em terras egípcias, o tal vestido tem o potencial de fornecer mais informações sobre a especialização artesanal e a organização da manufatura têxtil durante o desenvolvimento dessa civilização.

O fato de que este tipo de material conseguiu sobreviver por tanto tempo tem feito historiadores questionarem a habilidade dos seus criadores. De fato, o vestido pode revelar detalhes interessantes com relação à sua durabilidade, de modo que futuras descobertas a partir da sua análise poderão ser aplicadas aos trabalhos modernos de hoje em dia.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: