Curiosidades

O que é lixo espacial?

O que é lixo espacial?

Se você acha que o espaço sideral é um lugar totalmente puro, lamento informar, mas você está enganado. Na verdade, o espaço está cheio de resíduos de várias formas e tamanhos, muitos dos quais foram causados ​​pela própria atividade humana. Os detritos no espaço são comumente chamados de “lixo espacial” ou “detritos orbitais”, pois orbitam a Terra. Eles são geralmente provenientes de itens como pedaços de sondas usadas, fragmentos soltos de explosões de foguetes, poeira e placas de metal. Outros objetos ou ferramentas perdidas durante um reparo espacial, como câmeras, sacos de lixo, chave inglesa, alicates e até mesmo luvas de astronauta, também fazem parte do lixo espacial já identificado. No entanto, são os satélites abandonados que são considerados os itens mais preocupantes de todo o lixo espacial.

O lixo espacial é perigoso?

O lixo espacial costuma ser inofensivo por si só, mas pode apresentar sérios problemas ao colidir com outra coisa, como um veículo espacial. Por exemplo, se uma chave inglesa escorregar da mão de um astronauta durante um trabalho de reparo no espaço, ela não poderá ser recuperada. Em seguida, ela entrará em órbita, viajando a uma velocidade de aproximadamente 9 km por segundo. Nessa velocidade, a ferramenta antes inofensiva se torna um objeto muito perigoso. Se ela colidir com um veículo espacial que contenha passageiros humanos, ela poderá causar danos significativos que poderão ameaçar a vida e a segurança daqueles a bordo. A colisão também pode originar ainda mais lixo para ser lançado no espaço, criando mais riscos.

O lixo espacial fica no espaço para sempre?

Em geral, quanto maior a altitude, mais tempo o lixo espacial ficará no espaço. De acordo com a Agência Espacial Europeia, existem mais de 7.500 pedaços de lixo espacial em órbita no espaço com pelo menos 4 polegadas de largura. Embora detritos menores sejam queimados e consequentemente destruídos ainda na entrada da atmosfera da Terra, itens maiores podem permanecer intactos e até atingir o solo do nosso planeta, embora casos desse tipo não sejam tão comuns.

Existe uma forma de reduzir o lixo espacial?

No passado recente, diferentes organizações de exploração espacial, como a própria NASA, passaram a trabalhar mais assiduamente com o objetivo de reduzir a quantidade de lixo espacial adicionado à órbita da Terra, principalmente através da implementação de melhores projetos. O Japão, a China, a França, a Rússia e a Agência Espacial Europeia já chegaram a publicar diretrizes mais abertas sobre maneiras de reduzir os fragmentos orbitais. No entanto, limpar os detritos já existentes na órbita terrestre é o maior desafio devido ao alto custo financeiro exigido. Por isso, uma proposta de usar um laser para dar um “empurrão” no objeto para mudar a sua rota é geralmente vista como uma das soluções mais viáveis.

Sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: