Curiosidades, História

Curiosidades sobre a decapitação

Curiosidades sobre a decapitação

A decapitação foi um método de execução bastante utilizado ao longo da história da humanidade. A decapitação é a remoção, acidental ou intencionalmente, da cabeça de um ser vivo. Hoje trouxemos algumas curiosidades sobre esse sinistro método de execução. Vem que eu te conto mais sobre isso!

Curiosidades sobre a decapitação

  • O caso mais antigo de decapitação nas Américas ocorreu cerca de 9000 anos atrás. Foi encontrado um crânio no sítio arqueológico Lapa do Santo. Esse crânio é 6 mil anos mais velho que o crânio da mais antiga decapitação confirmada da América do Sul.
  • Para os povos antigos, a melhor forma de provar a morte de alguém era mostrando sua cabeça.

  • A decapitação ainda é “comum” em países como Tunísia, Síria, Paquistão, Líbia e Arábia Saudita. Nesses países a execução de condenados com o uso de espadas é permitido.
  • Na Grécia e Roma antigas a decapitação era considerada a forma mais honrosa de morte.
  • Na Índia as bruxas eram decapitadas por ser consideradas fontes de má sorte e doenças.
  • Em algumas culturas a pena de morte por decapitamento era reservada apenas para nobres, líderes de rebeliões e reis.
  • Esse tipo de execução geralmente é consumado com o uso de espada, machado, foice, faca ou guilhotina.
  • Conta-se a história dos santos Cephalophores, que mesmo após degolados, conseguiram falar.

  • A decapitação também pode acontecer por acidente, por um acidente violente, como um acidente de carro ou uma explosão.
  • A morte ocorre porque com a separação da cabeça do resto do corpo, a pessoa perde sangue muito rápido. Essa perda de sangue causa uma queda na pressão sanguínea, em seguida causa a perda da consciência e resulta na morte cerebral, em questão de segundos.
  • Um frango decapitado sobreviveu sem cabeça por dois anos, de 1945 a 1947.

Figuras históricas que perderam a cabeça

  • Louis XVI (1792)

O rei da França foi decapitado junto com sua esposa, Maria Antonieta, em 1792.  Sua decapitação foi resultado da Revolução Francesa e da abolição da Monarquia na França.

Leia também: Conheça os piores métodos de tortura já utilizados

  • Mary, Rainha da Escócia

Mary era prima da rainha Elizabeth I. Foi rainha da Escócia de 1542 a 1567. Precisou fugir do país porque estava sendo acusada de ter assassinado o marido. Se refugiou na Inglaterra, vivendo com a prima Elizabeth I. Mas após alguns anos, a rainha Elizabeth passou a desconfiar que Mary estava conspirando para roubar seu trono e sentenciou a prima a morte. Ela foi decapitada em 1587.

  • Ana Bolena

Ana Bolena foi a mais famosa das seis esposas do rei Henrique VIII da Inglaterra. Seu marido a acusou de adultério, traição e incesto, assim Ana foi condenada a morte. Acredita-se que o real motivo das acusações do marido era a incapacidade da esposa de engravidar. No dia de sua execução, Ana estava tranquila, fez uma oração e jurou que jamais havia sido infiel ao marido.

Você conhecia essas curiosidades sobre decapitação? Conta pra nós!

Leia Também: