Curiosidades

Do que é feito o disco do hóquei no gelo?

Do que é feito o disco do hóquei no gelo?

Para aqueles que resolvem assistir a um jogo de hóquei no gelo pela primeira vez na vida, uma das primeiras coisas que eles costumam notar logo de cara é que, ao contrário de muitos esportes, não existe uma bola. De fato, a bola é parte essencial da prática de vários esportes, mas no caso do hóquei no gelo, ela é substituída por uma espécie de disco, que por sua vez é oficialmente chamado de “puck”. Consequentemente, todo esse desconhecimento em torno desse acessório levanta uma questão interessante: afinal, do que é feito o disco do hóquei no gelo?

O disco do hóquei é feito basicamente de uma borracha preta vulcanizada, possuindo em torno de 2.5 centímetros de espessura, 7,6 centímetros de diâmetro e 156 a 170 gramas de peso. Se você observar um disco de hóquei de perto, você provavelmente vai notar que a borda do disco conta com um monte de solavancos e sulcos. Às vezes, esses padrões levemente elevados também podem apresentar uma forma de diamante. Isso acontece porque um disco completamente liso seria muito mais difícil de controlar, tanto pela questão da resistência do ar, como também pela ausência do atrito com o stick (taco) do jogador.

O disco de hóquei surgiu em meados de 1875. Até hoje não existem claras sobre quem realmente o inventou, mas especialistas acreditam que o primeiro disco de hóquei era provavelmente apenas uma bola de borracha cortada ao meio. A ausência de uma bola propriamente dita nesse esporte se dá ao fato de que os jogadores de hóquei precisavam de um objeto com um lado totalmente plano para que ele pudesse deslizar no gelo ao invés de ficar “pulando” para todos os lados. Atualmente, os discos de hóquei são geralmente feitos em apenas quatro países: Canadá, Rússia, China e República Tcheca. Em grandes fábricas, a borracha é misturada com um material de ligação especial e um tipo de pó de carvão. A mistura é então colocada em um molde e é comprimida, conferindo-lhe a sua aparência característica. Para se ter uma ideia, cerca de 5.000 discos podem ser feitos em apenas uma semana. Depois que eles são moldados, logotipos especiais podem ser adicionados em cada lado através de um processo chamado silk-screen.

HOMEM DE FERRO QUASE LEVOU A MARVEL A FALÊNCIA

Um fato curioso é que os discos do hóquei no gelo são constantemente mantidos congelados antes de serem usados nas partidas. Desse modo, eles podem deslizar no gelo escorregadio sem “saltar” para os lados. Outro fato interessante é que não é incomum os discos de hóquei alcançarem velocidades de mais de 160 km/h, o que explica muito bem a necessidade dos jogadores usarem vários equipamentos de proteção, especialmente os goleiros.

E você, curte o hóquei no gelo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: