Curiosidades, Mistérios

Quem eram os misteriosos Djinns?

Quem eram os misteriosos Djinns?

Criaturas mitológicas fascinam qualquer um, não dá para negar, as pessoas sempre procuram por respostas e principalmente procuram saber se elas realmente existiram. No vasto mundo em que vivemos é comum encontrarmos diversas culturas que possuem as mais variadas crenças que escondem muitos segredos e mistérios a sete chaves.

Muitas das criaturas mitológicas que conhecemos já foram retratas em livros, filmes e até mesmo em séries de tv, muitas tem suas origens alteradas e isso faz com que muitas pessoas não saibam ao certo a verdadeira história por trás dessas criaturas. Com toda certeza você conhece os Djinns, muito provavelmente não por esse nome, prepare-se porque agora você saberá quem são eles e qual a verdadeira origem.

Djinns

O que são?

Segundo as religiões pré-islâmica e muçulmana, os Djinns são o que conhecemos como Gênios e eles são uma forma de entidade que estão entre os mundos angelical e o humano. Embora sejam descritos como seres protetores e virtuosos, os Djinns podem ser completamente do bem ou completamente do mal, isso varia muito.

Os muçulmanos acreditam que os Djinns exercem uma grande influência no destino de alguém ou de algum lugar. Nos países de língua portuguesa, essas criaturas ficaram conhecidas como “Gênios” por conta da tradução francesa do conto “As mil e uma noites” que foi empregado o termo “Génie” pra designar elas.

Djinns

Origem

Segundo o Alcorão, Allah teria criado os Djinns e eles viviam no paraíso junto com os anjos cerca de 2000 anos antes de Adão ser criado e tinham como líder o Iblis que era bastante orgulhoso. Enquanto os anjos foram criados através da luz e a humanidade através do barro, os Djinns teriam sido criados a partir dos 4 elementos da natureza.

Essas criaturas eram ocultas do plano físico, mas ainda assim conseguiam se materializar e mudar sua forma física. Após a criação de Adão, os Djinns se recusaram a se curvarem perante a nova criação divina e por conta disso foram expulsos do paraíso, Iblis foi atirado juntamente com eles e se tornou o que nas religiões Cristãs entendemos como sendo o Satanás.

Djinns

Categorias de Djinns

Como já vimos mais acima, os Djinns foram criados a partir dos 4 elementos da natureza, com isso eles são divididos em 4 categorias, sendo elas:

  • Djinn do Ar – Eles geralmente estão bem cansados e não tem muito ânimo para realizar as suas atividades, são esses os que podem ser presos por um feiticeiro experiente em um anel, garrafas ou até mesmo em lâmpadas;
  • Djinn da Água – Eles são especialistas em influenciar negativamente as pessoas mexendo com o emocional delas, levando até mesmo à depressão e choros incontroláveis. Quem é influenciado por esse tipo de Djinn, geralmente comete suicídio ou se afoga;

Djinns

  • Djinn da Terra – Quando uma pessoa é influenciada por esse tipo de Djinn ela sente vontade de sair de casa e ir para o campo, além de não se sentir nem um pouco confortável quando está com roupas, tendo assim o desejo de despir-se;
  • Djinn do Fogo – É ele o responsável por plantar o sentimento de ódio e de inveja nas pessoas, ele não mata nenhuma pessoa nem a influencia a cometer suicídio, porém ele possui um humano para que mate outro.

Desejos

Estamos acostumados com o fato de que basta esfregar a lâmpada mágica e o Gênio aparecerá lhe concedendo 3 desejos, mas na realidade a história é completamente outra. Nem sempre os Djinns são bonzinhos, muito pelo contrário, diversas vezes eles são perversos e traiçoeiros, principalmente por conta do que aconteceu lá no passado deles, quando foram expulsos do paraíso.

Djinns

A mitologia conta que para que um Djinn possa realizar um desejo é necessário que o invoque usando o Alcorão ou a Bíblia, ele ouvirá todos os seus anseios e poderá realizá-los, porém ele não faz nada de graça e exige algo em troca, não necessariamente a alma, até porque ele não trabalha com esse tipo de pacto. Acredita-se que é possível barganhar com um Djinn através dos sonhos.

Intrigante, não acha? Gostou da matéria de hoje? Não esquece de comentar e compartilhar esse post!

 

Leia Também: