Curiosidades

Qual a origem da mitologia envolvendo as Fadas?

Qual a origem da mitologia envolvendo as Fadas?

Existem diversas lendas espalhadas pelo mundo inteiro, boa parte delas acabam fascinando as pessoas a ponto delas irem procurar saber mais sobre. Existem alguns seres mitológicos que já nos encantaram durante a infância, até pensávamos que eles existiam de fato, ou sabíamos que não existiam, mas tínhamos a vontade de que eles existissem.

As fadas já foram retratadas em diversos desenhos, filmes, livros e séries, elas acabam sendo tratadas como criaturas adoráveis na maioria das vezes, suas origens acabam sendo alteradas dependendo da obra em que está. Hoje iremos conhecer um pouco mais da mitologia que envolve as fadas, então prepare-se para viajar a tempos antigos.

Qual a origem das Fadas?

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que não se sabe ao certo a real origem da mitologia envolvendo as fadas, porém o geografo Pompônio Mela que viveu no século I d.C foi a primeira pessoa que se tem registro a mencionar a existência de fadas, mas ele acabou não descrevendo de forma compreensível. O povo céltico, anglo-saxões, germânicos e nórdicos são muitas vezes apontados como os primeiros a contarem sobre lendas envolvendo as fadas, isso porque muito tempo atrás eles acreditavam em criaturas místicas que possuíam o poder de ajudar pessoas.

O povo céltico exclusivamente, acreditava que as fadas eram uma raça sobrenatural, elas podiam ser do sexo masculino ou feminino e seriam espíritos ancestrais, ou até mesmo das próprias divindades. Nas lendas mais antigas, as fadas possuíam o tamanho de um humano, como é o caso de Morgana Le Fay, a fada protetora do Rei Artur que muitas vezes é retratada como sendo uma feiticeira.

Qual a origem das Fadas?

Na mitologia grega, as fadas eram descritas como “Moiras” que seriam encarnações do destino que teciam o fio da vida das pessoas, as Moiras eram 3 irmãs anciãs, chamadas: Cloto, Láquesis e Átropos, elas visitavam uma criança após 3 dias do seu nascimento e lá determinavam o destino e a sorte do bebê. Os gregos acreditavam que as fadas podiam mudar de tamanho e forma, além de terem poder suficiente para controlar a vida de um humano.

Alguns cristãos dos tempos antigos acreditavam que esses seres místicos eram na verdade anjos caídos que não eram piedosos o suficiente para permanecerem no céu, mas também não eram tão maus a ponto de serem lançados no inferno, então eles acabaram ficando na terra e algumas vezes serviam como súditos do diabo.

Qual a origem das Fadas?

Segundo a teosofia, os espíritos da natureza podem nascer a partir de cada um dos 4 elementos, assim se tornando os espíritos elementais, as fadas seriam os elementais do ar, assim possuindo grande energia e podendo atuar em várias áreas, como transferir luz para as plantas, cuidar dos animais e das pessoas, além de possuírem uma grande inteligência.

William Shakespeare foi o responsável por criar essas fantásticas criatura místicas da forma que conhecemos hoje em dia, isso porque o autor reduziu o tamanho das criaturas místicas, isso ocorreu na peça “Sonho de uma noite de verão” e logo após as fadas começaram a ganhar diversas versões, porém quase sempre nos mesmos padrões.

Qual a origem das Fadas?

Atualmente temos fadas bastante conhecidas, como é o caso da Tinker Bell da Disney e até mesmo a Malévola, o fato é que a mitologia que as envolve acaba mudando de acordo com a cultura e crença.

Gostou da matéria de hoje? Comenta esse post e não esquece de compartilhar!

Leia Também: