Curiosidades

6 fenômenos naturais incríveis que você provavelmente nunca ouviu falar

6 fenômenos naturais incríveis que você provavelmente nunca ouviu falar

Muitos dos fenômenos naturais que ocorrem no nosso planeta já são muito bem conhecidos por praticamente todas as pessoas. Desse modo, podemos nos maravilhar com coisas como o pôr-do-sol, chuvas passageiras ou simplesmente observar algumas nuvens limpas de vez em quando. No entanto, o que pouca gente sabe é que existem vários outros fenômenos naturais no mundo ao nosso redor que infelizmente tendem a passar despercebidos. E isso é uma pena, já que a natureza pode proporcionar coisas muito mais impressionantes do que o pôr-do-sol e as diferentes sobreposições de nuvens. A seguir, você pode conferir alguns exemplos de fenômenos naturais fantásticos que provavelmente você nunca ouviu falar. Confira!

Canecas para Presente

6. Flores de gelo

Para simplificar esse fenômeno natural ao máximo, as flores de gelo são “pequenas formações cristalizadas formadas através da ação de uma longa geada”. Mais precisamente, elas são acumulações de partículas de gelo ao redor da base de certas plantas e alguns tipos específicos de madeira. Desse modo, quando a temperatura na parte externa da planta fica abaixo de zero, a água acumulada por todas as pétalas das flores acaba sendo “puxada” para a superfície em um processo similar ao que acontece com a nossa transpiração.

Consequentemente, isso leva à formação de uma frágil camada de gelo sendo “empurrada para fora”, o que por sua vez acaba criando formações delicadas e incrivelmente interessantes. Ou seja, as flores de gelo não são exatamente como as flores com folhas que estamos acostumados a ver por aí, mas elas certamente são ainda mais incríveis.

5. Arco-íris de fogo

Essas belas ramificações coloridas podem ser vistas durante os verões das áreas de latitude média, como em boa parte do território dos Estados Unidos. Na prática, um arco íris de fogo é um grande halo de luz refratada. O mais curioso disso tudo é que, apesar de seu apelido, esse fenômeno natural não têm nada a ver com fogo ou sequer com arco-íris, embora até se assemelhe a um. De fato, esse fenômeno só ocorre quando o sol está pelo menos 58 graus acima do horizonte e quando há nuvens cirrus no céu que estão cheias de cristais de gelo em forma de pequenas placas.

A refração da luz é sempre paralela ao horizonte, de modo que, como os cristais são relativamente grandes, apenas alguns deles são comumente vistos e é por isso que certos tipos de nuvem dão a impressão de estarem realmente “pegando fogo”. O nome apropriado para esse fenômeno, caso você precise impressionar alguém em uma feira de ciências, é “arco circum-horizontal”.

4. Parélio

Aqui está um outro fenômeno cuja ocorrência tem a ver com a presença de cristais de gelo na atmosfera. Assim como o arco-íris de fogo, o parélio é uma enorme auréola no céu formada como resultado da refração da luz, embora nesse caso ele pareça realmente circundar o sol. Os parélios podem ser reconhecidos facilmente pelos dois pontos brilhantes distintos em ambos os lados do halo.

O mais curioso é que, se esses raios forem brilhantes o suficiente, pode até ser possível ver três “sóis” no céu, todos lado a lado. Além disso, a boa notícia é que isso acontece o tempo todo, em todo o mundo, então você poderá presenciar esse fenômeno sem se preocupar com deslocamentos (especialmente quando o sol estiver “baixo” no céu). Apenas lembre-se que, se você olhar para o sol por muito tempo, a sua visão pode ficar danificada. Por isso, tente ser bastante cuidadoso.

3. Supercélula

Canecas para Presente

Se o Super-Homem é basicamente uma versão mais forte de um homem normal, então uma supercélula é basicamente uma versão mais forte de uma tempestade regular. Isso ocorre porque, assim como os tornados, as supercélulas têm a tendência de “girar” e causar muita destruição por onde passam. De fato, a supercélula é a mais perigosa dos quatro principais tipos de tempestade (as outras são multicélula, unicélula e linha de instabilidade). Ou seja, se você se deparar com algo do tipo, tente se abrigar o mais rápido possível!

A boa notícia é que a supercélula é um fenômeno muito raro e tende a ficar confinada no hemisfério norte, especialmente no centro dos Estados Unidos durante a primavera. Vale destacar que as supercélulas causam chuvas volumosas, produzem muitos raios e muita ventania, mas a sua maior ameaça é a alta capacidade de formar tornados a qualquer momento.

2. Raio vulcânico

Se alguém lhe pedisse para citar as duas coisas mais legais que você pode ver na natureza, a sua resposta poderia muito bem incluir “vulcões” e “raios”. No entanto, ao que parece, a natureza está constantemente em busca de novas maneiras para nos impressionar, o que pode ajudar a explicar o fato de ela ter transformado o “raio vulcânico” em realidade. Curiosamente, o nome desse fenômeno natural serve para explicar exatamente o que ele sugere: uma tempestade de raios que ocorre no meio de uma grande erupção vulcânica.

Os cientistas ainda não têm 100% de certeza de como e por que e isso acontece, mas a principal teoria é que, quando um vulcão entra em erupção, ele acaba projetando detritos carregados positivamente na atmosfera. Então, essas cargas positivas consequentemente reagem com cargas negativas já presentes no ar, o que resulta em uma descarga elétrica e em uma imagem muito legal de se observar, embora seja um tanto assustadora, obviamente.

1. Colunas de basalto

O fenômeno natural que vamos abordar agora, sugere que, em algum momento, o basalto se olhou no espelho e percebeu que, se quisesse ser notado pelos seres vivos da natureza (incluindo nós), teria que intensificar as suas habilidades de apresentação. E assim, de forma muito parecida com aquela garota impopular no colégio que prova ser linda quando tira os óculos, o basalto mostrou ao mundo que era capaz de surpreender qualquer um através de uma curiosa formação de colunas.   primeira vista, isso não pareceria ser tão impressionante, já que as colunas em si não são tradicionalmente muito empolgantes. No entanto, quando elas são formadas ao longo de uma extensão rochosa muito organizada, esse tipo de basalto realmente se torna um espetáculo incrível de ser visto.

Essas formações únicas são resultado de fluxos de lava que, à medida que esfriam, acabam adotando uma forma vertical em uma direção perpendicular ao fluxo original. Vale destacar que esses aglomerados de colunas de basalto podem ser encontrados em todo o mundo, embora sejam mais comuns na Ásia e na Europa.

E você, já conhecia algum dos fenômenos naturais listados? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: