Curiosidades

5 fatos curiosos que você não sabia sobre o abacate

5 fatos curiosos que você não sabia sobre o abacate

O abacate é uma das frutas mais versáteis e populares do nosso tempo. Enquanto a maioria das pessoas ainda prefira comê-lo totalmente in natura, algumas preferem passá-lo sobre torradas ou podem até mesmo esmagá-lo com cebolas e coentro para servi-lo como recheio para tacos mexicanos.

Mas embora existam muitos abacates ao nosso redor, pouca gente sabe sobre o que eles podem fazer e o impacto que eles exercem na economia de certos lugares. Pensando nisso, nós do TriCurioso resolvemos compartilhar alguns fatos malucos e fascinantes sobre essa fruta popular.

Você vai descobrir que o abacate pode ser venenoso, pode ser servir como manteiga e virou até mesmo objeto de interesse por parte de criminosos. Confira!

5. O fascínio por essa fruta é coisa de longa data

Embora a popularização do abacate pareça ser algo relativamente moderno, a obsessão dos seres humanos por essa fruta verde é coisa muito antiga. Na verdade, talvez o grande responsável por isso tenha sido Rudolph Hass e seus filhos, que criaram uma nova variedade de abacate, o “abacate Hass”, no início de 1900.

Naquela época, o Sr. Hass cultivou o novo abacate em seu próprio quintal. Antes disso, a fruta já era apreciada por muitos na América Central, mas não tanto em outras partes do mundo. A variedade Hass do abacate (uma das mais de 400 existentes) é menor que a maioria e tem uma pele mais espessa que os outros tipos, sendo mais fácil para o cultivo por parte dos agricultores, o que explica boa parte do seu sucesso. Os abacateiros de alta qualidade do tipo Hass se tornaram cada vez mais aceitos ao longo das décadas. Isso permitiu que os preços diminuíssem, o que consequentemente aumentou a demanda pela fruta.

Curiosamente, isso também contribuiu para a popularização da Lei Americana de Imigração e Naturalização, que foi promulgada no ano de 1965, sendo a responsável pela entrada de vários latino-americanos nos Estados Unidos. Outro fato que chama a atenção é que, graças aos esforços de marketing e preços relativamente baixos, o abacate do Sr. Hass está em uma demanda tão alta na América do Norte que já é possível identificar problemas de abastecimento relacionados a sua escassez.

4. Ele pode ser venenoso para os animais

Pouca gente sabe, mas o abacate contém uma toxina fungicida chamada “persina”, que embora seja completamente inofensiva para os seres humanos, é venenosa para muitos outros animais. É exatamente por causa disso que, por mais que desfrutemos do abacate como alimento, não devemos compartilhá-lo com os nossos amigos animais.

De fato, algumas regiões rurais de alguns países da América Latina costumam misturar essa fruta com queijo para matar roedores, já que a mistura supostamente serve como uma espécie de “veneno de rato”. Por outro lado, os rumores de que os abacates são venenosos para cães já levaram a vários estudos sobre os efeitos em nossos amigos peludos. Infelizmente, a evidências têm sido inconclusivas e conflitantes.

Alguns relatos afirmaram que cães e gatos apresentam problemas estomacais após o consumo de persina, enquanto outros não mostraram nenhuma doença grave resultante da sua ingestão. Por causa disso, podemos concluir que, na dúvida, é melhor evitar dar esse tipo de alimento para os animais de estimação.

3. O abacate tem atraído o interesse até de criminosos

O Estado de Michoacán, no México, possui as condições perfeitas para o cultivo de abacates. Para se ter uma ideia, o solo quente e rico dessa região consegue produzir mais da metade dos abacates servidos em todo o mundo! Além disso, as grandes vendas dessa fruta representam cerca de 90% da receita da área.

No entanto, nos últimos anos, surgiram muitas histórias de supostos cartéis criminosos que estariam sequestrando fazendeiros e extorquindo proprietários de terras além do comércio de cocaína com o objetivo de explorar o lucrativo ramo do abacate. Os produtores de abacate que se recusaram a desistir de fornecer parte de seus lucros tiveram suas vidas ameaçadas e suas colheitas queimadas.

Um relatório de 2014 chegou a afirmar que uma gangue chegou a arrecadar US $ 152 milhões por ano através dos agricultores ameaçados em Michoacán, um número que por si só já dá uma ideia do tamanho do problema.

2. Basicamente, o abacate é uma manteiga (ou quase isso)

Alguns confeiteiros que adoram promover uma culinária mais saudável já descobriram que o abacate pode ser usado como um substituto da manteiga em quase todas as receitas de pães ou bolos tradicionais. Embora isso possa exigir um pouco de conhecimento matemático e culinário para medir a quantidade exata a ser utilizada, os benefícios podem valer muito a pena no fim das contas, já que a manteiga comum tem muitas calorias e gorduras insalubres a mais que o abacate.

Os abacates apresentam apenas a metade das calorias da manteiga comum quando são usados em produtos de panificação e confeitaria. Ou seja, ainda que essa alternativa natural possa alterar um pouco o sabor do produto, a adição de proteínas e a redução dos níveis de colesterol e gordura saturada podem ser atrativos muito interessantes a serem observados. A sua saúde certamente vai agradecer!

1. Ele amadurece mais rápido quando está acompanhado de outras frutas

Esperar o longo amadurecimento de uma determinada fruta para finalmente devorá-la pode ser um processo um tanto incômodo, não é mesmo? Mas se você realmente precisa de um abacate maduro e pronto para comer em pouco tempo, saiba que existe uma maneira fácil de acelerar o seu processo de amadurecimento.

Algumas frutas (como maçãs, bananas, damascos e ameixas) produzem grandes quantidades de gás etileno, que serve como um bom agente de amadurecimento. Por isso, basta colocar os seus abacates dentro de um saco de papel juntamente com qualquer uma dessas frutas. Consequentemente, o gás liberado fará com que tanto o abacate como as outras frutas amadureçam muito mais rápido.

Vale destacar que é muito importante ficar de olho na fruta para que ela não estrague, pois ela pode ficar pronta para ser consumida já no dia seguinte. Além disso, o tipo do saco de papel e até mesmo a qualidade das outras frutas podem alterar o sabor do abacate. Por isso, vale a pena ficar de olho durante todo o processo!

E você, também gosta de um bom abacate? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: