Curiosidades

Será que os filmes de terror podem nos deixar mais corajosos?

Será que os filmes de terror podem nos deixar mais corajosos?

Não é preciso ser nenhum gênio para saber que nós, seres humanos, temos uma relação muito interessante com as histórias que envolvem algum tipo de terror. Até mesmo as nossas tradições frequentemente falam de nobres heróis lutando contra monstros demoníacos para salvar o mundo, ou até mesmo de pessoas que matam inocentes enquanto estão possuídas por forças malignas.

Isso pode ser percebido ainda mais facilmente nos filmes de terror. Esse gênero ganhou uma extrema popularidade através de romances góticos como “Frankenstein” e “Drácula”. O primeiro filme de terror a ser lançado foi o filme francês “Le Manoir du Diable” feito por Georges Méliès em 1896. Desde então, assustar as pessoas tornou-se uma forma de arte e uma indústria muito lucrativa por si só. De fato, isso até fez de Stephen King um milionário, embora ele esteja longe de ser o único beneficiado com esse gênero.

No entanto, será que assistir a esses filmes assustadores realmente dá a você, como membro da audiência, algum benefício real? Será que o cérebro humano é capaz de obter alguma forma de “imunização” contra coisas assustadoras através dos filmes de terror? São exatamente essas perguntas que vamos abordar ao longo desse post!

Entendendo como o cérebro reage aos filmes de terror

Muita gente há de concordar que os melhores filmes de terror são aqueles que visam inseguranças psicológicas profundamente enraizadas na sociedade. Na prática, isso indica que, se esses filmes fossem sobre coisas completamente irrealistas, o seu cérebro não perceberia nenhuma ameaça. Por outro lado, quando os filmes de terror conseguem dizer ao cérebro algo como “isso realmente pode acontecer na vida real”, a sensação de medo geralmente toma conta das nossas mentes. Nesse caso específico, uma das regiões do cérebro mais ativamente envolvidas no processamento dessas ameaças é a amígdala.

Esse pequeno aglomerado de núcleos em forma de amêndoa é responsável por lidar com os medos mais primitivos que os humanos podem apresentar. No entanto, a amígdala não funciona sozinha. Basicamente, ela se comunica intensamente com outras duas regiões do cérebro, como o hipotálamo e o hipocampo. O hipotálamo é responsável por nos fazer reagir a esses medos através de reações bem primitivas, como tentar gritar e fugir. A amígdala ativa o sistema nervoso simpático através do hipotálamo, que então envia um comando para as nossas glândulas supra-renais para secretar o famoso hormônio adrenalina.

A adrenalina, uma vez na corrente sanguínea, faz com que o seu corpo sinta medo, consistindo em um aumento da frequência cardíaca, suor excessivo em algumas partes do corpo, boca seca, respiração mais profunda e aumento do fluxo sanguíneo para os músculos. É por isso que costumamos ficar mais “agitados” quando assistimos a um filme de terror (desde que o filme em questão seja bom, obviamente). A outra região do cérebro, o hipocampo, está envolvida no processo de dar contexto ao seu cérebro, ou seja, ele garante que você compreenda que o que está assistindo é apenas um filme e não algo real.

Tá mas, os filmes de terror realmente podem nos deixar mais corajosos?

Na verdade, os cientistas ainda não conseguiram chegar a uma conclusão específica sobre o tema. De fato, há poucas evidências de que assistir a filmes de terror possa tornar qualquer pessoa mais preparada psicologicamente para lidar com situações assustadoras da vida real.

No entanto, o estado vigilante que muita gente experimenta depois de assistir a um filme de terror pode ser benéfico quando o assunto é ficar longe de situações assustadoras de características semelhantes. Mesmo assim, pouca pesquisa conclusiva foi feita para confirmar ou negar essa afirmação.

O que já sabemos sobre os tratamentos baseados na exposição ao medo

Os tratamentos baseados na exposição ao medo já são conhecidos por boa parte do público pela capacidade de construir algo conhecido como “tolerância ao desconforto”. Na prática, a tolerância ao desconforto consiste em trabalhar uma certa capacidade de não ter uma reação de medo aumentada diante de uma fobia, fazendo com que a pessoa interaja repetidamente com esse objeto indutor de medo.

Os tratamentos baseados nessa exposição são usados para muitas fobias que as pessoas apresentam no dia a dia. Curiosamente, alguns especialistas acreditam que isso também pode se aplicar aos filmes de terror. Por exemplo, uma fobia a filmes de terror (ou a um determinado aspecto dos filmes de terror) pode ser minimizada pela exposição repetida a eles, ou seja, isso pode ajudar a dizer ao seu corpo que a coisa que o assusta não causará nenhum dano real.

Embora não exista uma grande quantidade de pesquisas indicando que assistir a um filme de terror possa ser benéfico para o cérebro quando se trata de lidar com medos e fobias, algumas pessoas já relataram que assistir a esse tipo de filme acabou fazendo com que elas passassem a lidar com a ansiedade de uma maneira mais fácil, já que isso lhe dá uma descarga de adrenalina, o que alivia alguns sintomas indesejáveis. A resposta de cada pessoa costuma ser variada, mas se olharmos por esse lado, até podemos dizer que existem uma chance de que assistir a filmes de terror pode ajudar certas pessoas a superarem alguns medos.

Ou seja…

Embora esse tema ainda esteja envolto em mistérios, o que já podemos concluir é que cada pessoa compartilha uma resposta diferente aos filmes de terror. Enquanto para alguns esses filmes não causam maiores reações, esse gênero até pode ser usado como um tipo de “escudo psicológico” para outros.

No fim das contas, tudo depende do cérebro individual e da capacidade de cada um em processar o medo. Como resultado, assistir a filmes de terror pode ser comparado a como você lida com o medo e com as situações assustadoras do dia a dia.

O mais curioso é que, embora os monstros desses filmes não existam na realidade, nós experimentamos uma resposta emocional inquietante com os filmes de terror. Desse modo, só nos resta esperar que, caso algum tipo de apocalipse zumbi venha a acontecer algum dia, todos os amantes de terror saibam exatamente o que fazer nesse tipo de situação.

E você, gosta de assistir a filmes de terror? Acha que eles podem ajudar a tornar as pessoas mais corajosas de alguma forma? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: