Curiosidades, Mistérios

Conheça 5 lagos rodeados de grandes mistérios

Conheça 5 lagos rodeados de grandes mistérios

Os lagos são depressões naturais na superfície da Terra que contém quantidades consideráveis de água. Geralmente apontados como locais tranquilos, os lagos são bastante usados como fontes de abastecimento de recursos hídricos e até mesmo como locais propícios para atividades de lazer. No entanto, existem alguns lagos espalhados pelo mundo que conseguem apresentar características muito intrigantes.

Embora você possa acreditar que não existe nada de muito estranhos nos lagos mundo afora, além de alguns peixes de formato estranho ou algas brilhantes, você pode se surpreender com alguns lagos que possuem histórias bem sinistras. Duvida? Então continue lendo este post para descobrir cinco lagos que desafiam o nosso pensamento racional. Você vai ver que eles podem nos causar admiração e espanto e, ao mesmo tempo, dar origem a mistérios intrigantes. Confira!

5. Coniston Water, Inglaterra

O lago Coniston Water fica situado em uma área do território inglês que conta com incríveis belezas naturais, sendo um destino turístico extremamente popular, principalmente entre os amantes de esportes ao ar livre. Suas águas calmas atraem centenas de canoístas todos os anos, que navegam suavemente pela superfície, absorvendo o ambiente sereno. No entanto, o que pouca gente sabe é que esse lago também foi o palco de um acontecimento muito sombrio.

No verão de 1997, dois mergulhadores amadores fizeram uma descoberta aterrorizante bem abaixo da superfície do lago. Emergindo das águas turvas, eles avistaram algo que estava firmemente preso à beira de uma encosta a uma profundidade de 20 metros. Envolto em um vestido e pedaços de lona, ​​não demorou muito para que os mergulhadores percebessem o que haviam descoberto: um corpo humano.

As Investigações policiais realizadas posteriormente determinaram que o corpo era o de Carol Park, uma professora que havia desaparecido em julho de 1976. Seu marido, Gordon Park, foi preso e, eventualmente, condenado à prisão perpétua, uma pena que foi considerada injusta por seus muitos apoiadores, já que não havia provas concretas. Gordon Park protestou contra sua inocência desde o início, até que em 2010 ele foi encontrado enforcado em sua cela. Até hoje, ainda existem especulações sobre se ele era ou não o assassino.

4. Lago Folsom, Estados Unidos

O lago Folsom, situado no estado da Califórnia, é um local popular para lazer que atrai mais de quatro milhões de visitantes por ano. No entanto, o seu passado é um tanto obscuro, pois no dia de Ano Novo de 1965, um avião caiu nas suas águas, matando todas as quatro pessoas a bordo. Uma operação de resgate logo foi realizada, mas tudo o que acabou sendo recuperado foi um pedaço do avião e um corpo.

Décadas se passaram, até que em janeiro de 2014, os níveis de água no lago Folsom começaram a diminuir após um grande período de seca. Isso acabou originando uma oportunidade perfeita para que as equipes de busca pudessem finalmente localizar os destroços do avião, mais de 50 anos depois do acidente.

Uma equipe usou equipamentos avançados de sonar para escanear a superfície do lago, enquanto uma equipe de mergulho vasculhou a superfície. Mas apesar da extensa pesquisa, nem o avião nem as vítimas foram encontradas e ninguém sabe onde eles estão até hoje.

3. Lago Natron, Tanzânia

Embora isso possa soar como uma história tirada de um filme de terror, o fato é que esse lago mata muitos animais e pássaros que se arriscam a tocar em suas águas. Localizado nas profundezas da África Oriental, o Lago Natron pode ser considerado uma verdadeira maravilha da natureza, mesmo com suas misteriosas características indutoras de morte. O segredo por trás desse lago “satânico” pode estar na composição de suas águas. Esse lago é abundante em natrão, um composto químico de ocorrência natural que contém uma mistura de carbonato de sódio, bicarbonato, cloreto e sulfatos.

Na prática, o que acontece é que o natrão aumenta a alcalinidade de sua água, de modo que sempre que um pássaro ou animal se aproxima para saciar sua sede no lago, a água fervente (devido à sua localização geográfica) mata o animal, submergindo seu corpo para as profundezas. Para deixar a coisa ainda mais sinistra, o natrão trabalha rapidamente no corpo do animal, calcificando a carcaça e enviando-a flutuando de volta à superfície, tanto que é relativamente comum encontrar esqueletos submergindo no local.

Ocasionalmente, algumas aves migratórias descem para a superfície do lago, pensando que é um corpo d’água comum, já que as águas quimicamente densas do lago criam uma ilusão de ótica. De fato, tais ilusões no lago já chegaram a enganar até os humanos. Em 11 de dezembro de 2007, um grupo de documentaristas da vida selvagem voava de helicóptero para a região do lago e acabaram sendo vítimas da mesma ilusão de ótica. Na ocasião, as águas cáusticas começaram a corroer o helicóptero, de modo que os pilotos infelizmente não conseguiram escapar da morte.

2. Lago Poyang, China

O lago Poyang está localizado no norte da província de Jiangxi, na China. Maior lago de água doce do país, ele abriga uma incrível variedade de vida aquática e aves migratórias. Mas apesar de suas águas relativamente rasas, o lago Poyang é conhecido por ser incrivelmente perigoso.

Desde o início dos anos 60, mais de 200 barcos foram engolidos pelo lago, resultando no desaparecimento de mais de 1.600 pessoas. Os desaparecimentos são tão frequentes que o lago é frequentemente chamado de “Triângulo das Bermudas do Oriente” ou “O Local da Morte” pelos habitantes locais. O mistério do lago Poyang também inclui o fato de que, apesar do alto número de navios desaparecidos em suas águas (incluindo um enorme navio da Marinha Japonesa), não foram encontrados destroços ou restos humanos na maioria desses casos.

O Instituto de Geografia e Limnologia de Nanjing dedicou muito tempo e estudo nos últimos anos para desvendar os mistérios do lago Poyang, mas tais pesquisas produziram poucos resultados e, portanto, o mistério perdura até hoje. A última expedição de cientistas no lago ocorreu em 2012.

1. Lago Roopkund, Índia

Quando o sol do outono brilha sobre esse lago glacial congelado, o Roopkund logo começa a derreter e, quando tal evento acontece, centenas de esqueletos humanos flutuam até o topo de suas águas, dando origem a uma sinistra “sopa humana”. No entanto, a origem e a identificação desses esqueletos ainda permanecem sendo um grande mistério.

Essa descoberta horripilante foi feita durante um período de guerras, então os governantes locais naturalmente assumiram que as carcaças eram pertencentes às pessoas que haviam morrido em massacres. No entanto, quando os ossos foram examinados, um mistério ainda mais intrigante se iniciou, pois descobriu-se que os restos mortais remontam ao ano 850 dC. Além disso, todos os mortos morreram de maneira semelhante: com golpes fatais na cabeça que abriram seus crânios. Curiosamente, os ferimentos não combinavam com nenhuma arma já inventada e os livros de história nunca registraram esse massacre bárbaro.

Então, o que poderia ter matado aquelas 200 pessoas em um único local, que por sua vez apresenta grandes variações de temperatura ao longo dos anos? Bem, ninguém sabe a resposta, mas existem algumas lendas que oferecem explicações bem fantasiosas. Por exemplo, uma das lendas mais famosas diz que essas mortes foram causadas por uma deusa da montanha que invocou sua ira sobre os viajantes que passavam por este lago, que fica localizado em uma região totalmente desabitada.

Lagos com histórias bem misteriosas, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: