Curiosidades

Como é produzido o leite materno?

Como é produzido o leite materno?

O período da gestação é um dos momentos mais especiais para uma mulher, é também aquele momento em que a ansiedade de ver o rostinho do bebê toma conta. Os 9 meses de gravidez são únicos e recheado de emoções, principalmente quando o bebê dá aquele chute na barriga da mamãe.

Canecas para Presente

Na terça (24/09) falamos aqui sobre o motivo que faz com que as grávidas sintam desejos inusitados, enquanto a matéria estava sendo escrita, uma outra dúvida surgiu e talvez seja sua dúvida também. Como bem sabemos, todos os mamíferos necessitam da amamentação, mas afinal de contas, como o leite materno é produzido? É o que iremos descobrir agora mesmo.

Como é produzido o leite materno?

Gravidez

Durante o período da gravidez muitas mudanças ocorrem no corpo da mulher, mesmo antes da barriga começar a de fato crescer. Uma das primeiras mudanças acontece nos seios que começam a ficar mais sensíveis e inchados, além de mamilos mais escuros e aréolas maiores.

Todas as mudanças que começam a aparecer não acontecem por um simples acaso do destino, mas sim para adaptar o corpo da mamãe para a nova vida que em breve começará. É ainda no período gestacional que o leito começa a ser produzido. Vamos entender um pouco melhor sobre a mudança que ocorre nos seios.

Como é produzido o leite materno?

Mudança dos Seios

Além da sensibilidade, inchaço e mudança na coloração, ocorre também o aparecimento de pequenas bolinhas ao redor da aréola do seio que possui um papel extremamente fundamental, já que elas limpam, lubrificam e protegem o seio de possíveis infecções durante o período da amamentação.

É bastante comum que seja observada as mudanças que ocorrem externamente, é até mais fácil, já que está ao alcance dos olhos, porém existem mudanças enormes ocorrendo na parte interna dos seios e que também são extremamente importantes.

Como é produzido o leite materno?

Parte Interna

Especialistas afirmam que desde que um embrião tem 6 semanas, os seios começam a ser preparados, isso faz com que a criança já nasça com os ductos mamários formados, eles estão localizados entre as células adiposas e o tecido glandular. As glândulas mamárias só dão sinal de existência durante a fase da adolescência, quando o estrogênio a faz crescer e inchar.

Durante o período gestacional essas glândulas começam a trabalhar mais do que nunca. Sabe quando uma mulher está grávida e precisa comprar sutiãs de números maiores? Bom, isso acontece porque durante a gravidez o tecido glandular das mamas dobra de tamanho.

Como é produzido o leite materno?

Os hormônios da gravidez fazem com que os ductos mamários aumentes de quantidade e tamanho, assim se dividindo em canais menores que ficam localizados perto da região peitoral. Na ponta desses canais estão os alvéolos que ficam aglomerados como um cacho de uvas.

Produção do Leite

A produção do leite materno ocorre dentro dos alvéolos que estão rodeados por pequenos músculos que os pressionam, assim fazendo com que o leite seja empurrado para os ductos que são cerca de nove em cada um dos seios. Durante o segundo trimestre da gravidez o sistema de distribuição de leite já fica completamente pronto para que a mulher possa amamentar o bebê mesmo que ele seja prematuro, perfeito, não acha?

Como é produzido o leite materno?

Cerca de 48 horas após o nascimento do bebê, a produção de leite cresce em grande escala, cientificamente esse período é chamado de lactogênese. Quando a placenta é retirada, os níveis do estrogênio e progesterona começam a declinar. Durante o período gestacional o hormônio prolactina já começa a ser produzido, mas só é liberado quando o bebê nasce, assim sinalizando ao corpo que chegou a hora de produzir muito leite.

Todo esse processo é bastante incrível, não é mesmo? Até a hora do nascimento do bebê muitas mudanças ocorrem no corpo da mamãe e como vimos aqui, essas mudanças são muito especiais. Na próxima semana continuamos a falar mais sobre assuntos relacionados à gestação e maternidade, então fique de olho aqui no TriCurioso.

Gostou do assunto? Comenta aqui em baixo e não esquece de compartilhar esse post!

Leia Também: