Curiosidades, Saúde

É possível dormir com os olhos abertos?

É possível dormir com os olhos abertos?

A menos que você seja um peixe, um réptil ou algum inseto com características inusitadas, dormir com os olhos abertos não é algo que soa como uma boa ideia. De fato, se temos pálpebras, elas certamente estão lá por uma razão, não é mesmo? Pois bem, o ato de cobrir os olhos enquanto você dorme é uma das tarefas mais atribuídas às pálpebras, sendo que elas cumprem essa tarefa com perfeição, a menos que haja algum motivo ou condição que as impeça de concluir seu trabalho.

Você provavelmente já deve ter observado que não consegue sentir cheiros ou ouvir qualquer coisa quando está dormindo e, como a maioria das pessoas, também fecha os olhos durante o sono, o que anula a obtenção de dados visuais. No entanto, o que você talvez ainda não sabe é que existem pessoas que sofrem com lagoftalmia, uma condição médica que faz com que as pessoas não consigam fechar os olhos parcialmente ou completamente.

É importante destacar que as pessoas que sofrem com lagoftalmia também não obtêm dados visuais enquanto dormem, mesmo que estejam com os olhos abertos. Isso acontece porque o cérebro retira pequenas informações sensoriais dos órgãos enquanto dormimos e faz o mesmo com as pessoas que dormem com os olhos abertos. Às vezes, essa condição também é observada em bebês, mas a maioria das crianças consegue contornar essa condição sem ajuda ou tratamento externo.

Por que é tão importante fechar os olhos?

Você já tentou olhar para uma parede por um minuto inteiro sem piscar os olhos? Se sim, já deve ter notado que é praticamente impossível obter sucesso. De fato, mesmo se fosse bem-sucedido, você provavelmente teria lágrimas escorrendo pelo seu rosto, ou talvez poderia até ficar com os olhos bastante irritados.

Só em observarmos isso, já fica muito claro que, embora o ato de piscar possa ser uma tarefa involuntária e até pareça ser insignificante, isso é muito importante para a saúde nossos olhos. A córnea não é suprida com oxigênio através dos vasos sanguíneos e, portanto, absorve oxigênio da atmosfera. Por isso, o simples ato de piscar desempenha um papel enorme para facilitar todo esse processo.

Desse modo, toda vez que você pisca, as pálpebras cobrem seus olhos com um líquido lacrimal, que limpa os globos oculares e ajuda a absorver o oxigênio atmosférico. Além disso, ele também protege os olhos de materiais estranhos que podem causar desconforto ou até problemas mais graves, como infecções.

O que acontece quando uma pessoa não consegue fechar os olhos?

Basicamente, se você é um ser humano, os seus olhos obrigatoriamente precisam piscar. Como foi dito anteriormente, as pessoas que não conseguem fechar os olhos totalmente ou parcialmente sofrem de uma condição médica conhecida como “lagoftalmia”. Essa condição leva a muitas complicações graves se não for tratada.

A tal lagoftalmia pode ser causada por vários motivos, incluindo hereditariedade, alguma forma de doença auto-imune, alguma cirurgia estética que afetou os nervos faciais, um acidente vascular cerebral ou alguma forma de lesão no crânio que danificou o nervo craniano.

No entanto, é importante deixar bem claro que nem todo mundo que sofre de lagoftalmia necessariamente experimenta o nível mais extremo dessa condição. Algumas pessoas que são normais em seus hábitos piscantes são simplesmente incapazes de dormir com os globos oculares fechados, uma condição que é conhecida como “lagoftalmia noturna”, sendo que a maioria dessas pessoas nem percebe que tem esse tipo de distúrbio.

Como uma pessoa sabe que sofre de lagoftalmia noturna?

Se levarmos em conta todos os estudos realizados pela comunidade médica nessa área, é possível concluir que os olhos de uma pessoa que sofre de lagoftalmia costumam estar sob uma carga de estresse constante, pois não recebem o tempo de descanso necessário. Em alguns casos, os olhos até podem “deslizar para trás” em uma tentativa de proteger sua umidade, expondo a parte branca do olho. Mas isso nem sempre é muito eficaz.

De fato, há uma chance da córnea secar completamente ou da pessoa acordar com a visão totalmente embaçada. Já houve casos em que alguns pacientes desenvolveram pequenas úlceras devido a essa condição. Por isso, se uma pessoa sente secura, coceira, inflamação, infecções frequentes e tem olhos lacrimejantes depois de acordar, há uma chance razoável de que ela tenha algum tipo de distúrbio relacionado aos olhos.

Obviamente, se você não dormir o suficiente, também poderá apresentar os mesmos sintomas citados, mas se tais sintomas persistirem e você sentir que os seus olhos estão mais “esquisitos” que o comum logo depois que acorda pela manhã, a opção mais segura seria marcar uma consulta com o seu médico oftalmologista para discutir sua condição.

Existe alguma cura específica para os casos de lagoftalmia?

Embora não seja muito discutida entre o público, essa condição é relativamente comum e possui cura. No entanto, o tratamento pode variar bastante a depender do caso. Por exemplo, enquanto alguns casos exigem apenas o uso de uma máscara ocular enquanto o paciente dorme, existem outros níveis de lagoftalmia que podem exigir medidas mais complexas, como intervenções cirúrgicas para apertar as pálpebras.

Curiosamente, certos casos de lagoftalmia podem levar à necessidade de implantar pequenas próteses nas pálpebras para torná-las mais pesadas, o que faz com que elas possam “abaixar” enquanto o paciente dorme dorme. Existem também tratamentos temporários, como a aplicação de pomadas para “grudar” os olhos, ao mesmo tempo em que certos colírios podem administrar a regulação de lágrimas artificiais para evitar que a córnea perca a sua umidade característica. Ou seja, o tratamento depende em grande parte da extensão e da gravidade da condição.

Com isso em mente podemos concluir que é realmente possível dormir com os olhos abertos, embora essa seja uma condição médica que afeta a saúde da visão como um todo. De fato, dormir com os olhos abertos não é algo que uma pessoa perfeitamente saudável possa treinar seus olhos para fazer. Além disso, embora possa não parecer uma condição séria, a lagoftalmia não deve ser ignorada, afinal de contas, só temos um par de olhos na vida. Então, se você observar algum sintoma de lagoftalmia, procure um médico imediatamente!

E você, já conhecia essa condição médica bastante curiosa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: