Curiosidades

12 fatos interessantes sobre o icônico Porsche 911

12 fatos interessantes sobre o icônico Porsche 911

Apenas os integrantes de um grupo seleto de fabricantes de automóveis podem dizer que fazem carros tão desejáveis e procurados quanto um Porsche. Esta gigante automotiva alemã existe desde 1931 e o modelo que transformou o emblema da Porsche em um símbolo de status e sinônimo de carros esportivos de luxo não é outro senão o 911.

Sites Responsivos e Profissionais

O modelo mais querido e popular da Porsche até hoje, o icônico 911 tem sido apreciado pelos amantes de veículos desde a década de 1960, quando foi introduzido no mercado. De certo modo, a imagem associada à posse de um Porsche 911 ajudou a impulsionar a marca para onde ela está hoje, além de ter contribuído para o sucesso eterno do modelo.

No entanto, apesar de sua onipresença e popularidade, há muitos fatos sobre o 911 que talvez nem os maiores entusiastas da Porsche conhecem. Pensando nisso, listamos aqui alguns fatos curiosos sobre o lendário Porsche 911. Você vai ver que até mesmo a história desse modelo é repleta de detalhes interessantes!

1. O Porsche 911 é o carro esportivo mais produzido no mundo. Mesmo se passando mais de cinco décadas desde a estreia do 911 no mercado, o sucesso e a popularidade desse modelo não mostram sinais de interrupção. Possuir um 911 ainda é algo para se gabar e, graças às constantes atualizações em seu design e implementação de tecnologias de ponta, ele continua sendo o carro esportivo mais popular e produzido em massa no mundo.

2. Você já reparou que existem certas semelhanças entre este supercarro de luxo e o Fusca? Pois bem, isso acontece porque os dois carros foram projetados pela mesma pessoa: Ferdinand Porsche. O Fusca foi construído como um carro acessível para as massas, a pedido do próprio Hitler, que era o líder alemão da época. Anos mais tarde, mais especificamente em 1963, o primeiro Porsche 911 aproveitou muitos dos componentes do Fusca, como seu design de cupê arredondado e um motor montado na traseira.

3. Apesar de serem os carros esportivos mais vendidos no mundo, bem como os modelos mais populares e amados da Porsche, todos os 911 são fabricados na mesma fábrica localizada em Stuttgart, na Alemanha. Segundo a própria empresa, essa estratégia garante que todos os 911 fabricados apresentem a mesma qualidade, o que consequentemente transforma esses carros em um poderoso símbolo de status.

4. Apesar de ser tecnicamente um carro esportivo rebaixado e com motor traseiro, o Porsche 911 teve um imenso sucesso no esporte do rally. A versão Carrera RS 2.7 venceu o Circuito da Irlanda em 1973, enquanto o Carrera RS 2.7 Touring venceu o Donegal International Rally de 1973. No entanto, a maior vitória de um Porsche 911 provavelmente aconteceu no Rally de Monte Carlo de 1978, quando o piloto francês Jean-Pierre Nicolas conduziu o veículo à vitória.

5. Originalmente, o carro foi nomeado Porsche 901. De fato, 81 modelos já haviam sido construídos antes que o nome do carro fosse alterado para 911. A razão por trás da mudança foram as reclamações da Peugeot, pois a fabricante de automóveis francesa tinha direitos legais que lhe permitiam uma certa exclusividade na nomeação de modelos de três dígitos contendo um zero no meio. Com isso em mente, a Porsche resolveu trocar o número 0 pelo 1 e assim nasceu o Porsche 911.

6. O Porsche 911 oferece algumas das mais amplas paletas de variantes da indústria automobilística, pois conta com 24 versões diferentes que são construídas para clientes de todo o mundo. Isso inclui a variante GT2 RS, que serve como um 911 de alto desempenho que pode produzir até 700 cavalos de potência.

Caneca para Presente

7. Durante o período de 1965 a 1969, o icônico Porsche 911 recebeu uma alternativa econômica mais acessível, apelidada de 912. Provavelmente, o objetivo que os executivos da Porsche tinham em mente era fazer com que mais pessoas desfrutassem do alto status de possuir um carro da montadora, porém sem ter que gastar muito. O 912 foi oferecido nas versões cupê e targa-top e, por um breve período, até chegou a superar o 911 em vendas, mas o seu sucesso não continuou por tempo suficiente para evitar a sua descontinuação.

8. Por incrível que pareça, o 911 quase teve seu fim decretado na década de 1970, quando a Porsche decidiu que o modelo deveria ser totalmente substituído pelo Porsche 928, que por sua vez era maior, mais confortável e destinado a atrair mais entusiastas de supercarros de luxo. Felizmente, o mercado e até os funcionários da Porsche ficaram descontentes com a ideia, permitindo que o modelo mais icônico da Porsche ficasse conosco por mais tempo.

9. Desde o primeiro 911 que saiu da linha de produção em 1964 até o novo modelo 2020, o modelo mais popular da Porsche chegou a ter o visual atualizado cinco vezes ao longo de sua história, formando seis gerações, cada uma mais popular que a anterior.

10. Em 1997, a característica mais marcante do 911 (seu motor na traseira) chegou a ser abandonada para dar espaço ao 911 GT1. Embora fosse desenvolvido estritamente para corridas, o GT1 também apresentava uma variante legal de rua para atender aos requisitos do GT1, chamada “GT1 Straßenversion” (“versão de rua” em português). Este supercarro de rua apresentava um motor twin-turbo de seis cilindros e 536 cv e atingia uma velocidade máxima de 308 km/h.

11. O título de “Carro do Século” foi um prêmio concedido ao carro mais significativo e influente do século XX. A premiação foi entregue em 18 de dezembro de 1999 ao icônico Ford Model T. Entre os candidatos iniciais, havia 700 carros, sendo que o Porsche 911 ficou em quinto lugar. Em segundo lugar ficou o Mini, enquanto que o Citroen DS e o Fusca ocuparam a quarta e a quinta colocações respectivamente.

12. A linha do Porsche 911 também inclui a variante Turbo S, muito rápida e exclusiva, capaz de competir com os hipercarros modernos em termos de aceleração. Para se ter uma ideia, o mais novo modelo de 2018 consegue atingir a marca dos 100 km/h em apenas 2,8 segundos, graças ao seu robusto motor de 607 cavalos de potência.

Um verdadeiro ícone do mundo automobilístico, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de