Curiosidades

Como surgiram os piratas?

O termo ‘Pirata’ foi usado pela primeira vez por Homero, poeta épico da Grécia Antiga, em sua Odisseia. Piratas são pessoas que costumavam pilhar o mar por conta própria, sendo que hoje em dia, qualquer um que violar algo pode ser considerado pirata, como por exemplo: Postar um filme na internet sem autorização, fazer cópias de música, etc…

Para quem não sabe o que é o termo “Pilhagem” citado logo acima, aí vai uma explicação: Pilhagem pode ser considerado um furto ou roubo indiscriminado de bens alheios. Agora deu pra entender certinho, né? 😀

A pirataria marítima era praticada, inicialmente, por gregos que costumavam furtar mercadores Fenícios e Assírios desde 735 a.C. Eles navegavam com o objetivo de não apenas roubar mercadores mas qualquer um que desse mole roubando tudo aquilo que tivesse valor, desde metais à pedras preciosas, em alguns casos chegavam a fazer as pessoas de refém para deste modo pedir resgate.

Pulando para a Idade Media, a pirataria começou a ser efetuada por normandos, cuja aristocracia descendia dos Vikings, e por Muçulmanos. Essa coisa de ser pirata acabou se desenvolvendo pelas colônias europeias e também no Japão, sendo mais específico, nas Caraíbas, onde se via piratas atentos procurando uma boa presa que estaria levando algo de valor das colônias americanas para a Europa, nessa época a pirataria já era executada em grande escala.

Entre o século XVI e o XVIII, o Mar do Caribe era área de atuação dos piratas que priorizavam o ataque aos navios espanhóis e logo depois todas as nações com colônias e postos avançados de comércio presentes na área. O que chamava atenção dos piratas nos navios espanhóis eram os tesouros que eles enviavam para a Europa, incluindo Ouro e Prata.

Um grupo de piratas era formado por todos os tipos de pessoas, mas em especial homens do mar interessados em riquezas e liberdades reais, sendo muitos deles escravos que teriam fugido e estariam sem rumo. Os grupos normalmente eram democráticos, sendo o capitão eleito pela tripulação e poderia ser removido a qualquer momento. Sem votação para o Impeachment.

A respeito dos navios, eles preferiam embarcações pequenas já que eram mais rápidas e poderiam lutar e fugir de acordo com a ocasião. O ataque era, preferencialmente, corpo a corpo no qual eles invadiam a embarcação alvo.

Costumavam roubar navios de mercadores, mas uma vez ou outra atacavam cidades ou navios de guerra caso o risco valesse a pena. Não possuíam disciplina, bebiam muito e acabavam mortos no mar, doentes ou até enforcados.

Depois de conhecer um pouco sobre a história dos Piratas, fique com algumas curiosidades:

1ª Suas roupas costumavam seguir um padrão, incluindo tapa-olhos, chapéus de três lados, ganchos, pernas de pau, armamentos e até papagaios que eram capturados para serem vendidos na maioria das vezes.

As regras eram dadas pelo capitão e cada tripulante possuía uma ordem.

3ª Se algum tripulante do grupo roubasse algo, ele teria que ser abandonado numa ilha deserta portando uma arma com apenas uma bala.

4ª Segundo o código de conduta dos piratas, o homem que fica para trás é deixado para trás.

5ª Desculpe te magoar, mas piratas não andavam na prancha.

Se você curte piratas e quer ver um filme inspirado nesse maravilhoso tema, já faz algum tempo que Johnny Depp interpreta o Capitão Jack Sparrow na franquia “Piratas do Caribe”, sendo o último filme lançado ainda esse ano, vale a pena conferir 😀

O que achou do post? Comente logo abaixo e não esqueça de compartilhar 😀

Participe! Deixe seu comentário...

Você também pode gostar de