Mistério

CANIBAIS: Conheça a verdadeira fórmula secreta do Hambúrguer de Siri (Creepypasta)

Se você teve sua infância durante os anos 90/2000 certamente foi ou ainda é um grande fã de Bob Esponja. Seja sua risada contagiante ou otimismo inacabável. Pois a informação que encontrei sem querer pode acabar com seu coraçãozinho. Apesar de ser apenas uma creepypasta e, logo, provavelmente seja apenas um boato, é de arrepiar imaginar esta cena. Vamos lá então.

Em um episódio perdido pela internet, Seu Sirigueijo sai em um passeio em família. Com ele foram Pérola e também sua mãe, sua avó e mais três sobrinhos queridos. Quando todos vão lanchar, uma das crianças pergunta: “Tio, por que o hambúrguer de siri é tão bom? qual é a fórmula secreta?” A resposta é surreal, assustadora e bem arrepiante. Se parar para imaginar, sinto náuseas.

Ele conta para seu sobrinho que no princípio, não conseguia deslanchar seu negócio já que não conseguia criar uma receita gostosa de hambúrguer. Já havia tentado de tudo, desde algas e corais até a própria areia do mar, porém nada dava certo. Até que, certo dia, um rapaz veio pedir para trabalhar em sua lancheria. Seu Sirigueijo explicou que não tinha como paga-lo porém, o rapaz insistiu e disse que trabalharia de graça.

Ele era um peixe engraçado, porém disposto a trabalhar e com grande força de vontade. Certo dia, Seu Sirigueijo ordenou que ele fosse limpar o moedor de algas marinhas. Então, lá foi o jovem ao som de alta música executar sua tarefa. Quando estava quase finalizando, o peixe teve que puxar um pouco mais o banco que estava lhe servindo de escada. Com isso, puxou junto o plug da tomada onde estava tanto seu rádio quanto o próprio moedor.

Houve uma descarga elétrica que ativou o aparelho e moeu a cabeça inteira do pobre e jovem funcionário. A descarga foi tamanha que aumentou a potência do moedor que puxou todo o corpo do rapaz que virou apenas tristes restos. Quando seu Sirigueijo ouviu os gritos, correu para a cozinha onde encontrou a carnificina. No mesmo instante, entra em seu restaurante um conhecidíssimo crítico gastronômico que, em outro momento, teria sido sua salvação.

Sem saber o que fazer, Sirigueijo atendeu o homem que pediu um hambúrguer clássico. Sirigueijo correu para a cozinha e fez o que achou que precisava fazer, assim se livrando de dois problemas: um corpo em sua cozinha e a ausência de materiais para fazer um hambúrguer. E ele o fez, juntou seu funcionário moído, fez hambúrgueres dele, fritou, colocou entre dois pães com alface e tomate. Quando pronto, serviu o crítico e apressou-se em voltar para a cozinha.

Enquanto limpava tudo, ouviu o plim do sinalizador do salão. Era o crítico com um belo sorriso no rosto pedindo mais um. Para a surpresa de Sirigueijo, sem querer havia encontrado seu ingrediente secreto. A crítica no dia seguinte gerou inúmeros e inúmeros visitantes que, sem saber, tornaram-se canibais ao comer carne de peixe.

Quando termina a história, seu Sirigueijo dá uma gargalhada sinistra que faz seu pequeno sobrinho sair correndo, apavorado. Então, podemos ver um take de diversos peixes dentro do Siri Cascudo deliciando-se com seus hambúrgueres de siri. Sinistro.

 

Participe! Deixe seu comentário...

Hospedagem de Sites e Blogs

Você também pode gostar de