Entretenimento, Mistérios

Conheça a história por trás do filme O Ritual, estrelado por Anthony Hopkins

Conheça a história por trás do filme O Ritual, estrelado por Anthony Hopkins

Para quem não sabe, o filme O Ritual brilhantemente atuado por Anthony Hopkins foi baseado em fatos reais, para ser mais exata na história do Padre Exorcista Gary Thomas que foi, inclusive, consultor para criação do longa-metragem. Hoje vou contar para você com detalhes um dos 5 exorcismos considerados legítimos realizados pelo Padre. Segundo ele, recebe 15 solicitações por mês para realizar as cerimônias, porém até hoje só esteve na presença realmente de um demônio 5 vezes.

Lisa é a protagonista desta história, na época tinha vinte e poucos anos, era casada e foi levada até um padre católico da Igreja do Sagrado Coração em Saratoga, Califórnia, por sua família que não aguentava mais seu inexplicável e repentino comportamento violento. No momento em que viu Lisa, o padre Gary Thomas começou uma oração de libertação para tentar auxiliar a jovem e, mesmo não sendo exatamente um ato forte de exorcismo, no mesmo momento seu rosto começou a se contorcer e ela começou a proferir ofensas em línguas desconhecidas.

Ela sibilava e se contorcia como uma serpente, seu rosto mudou e sua postura também até que seus olhos começaram a revirar. Claramente aquilo era uma possessão demoníaca, logo o Padre Thomas colocou seu crucifixo sobre Lisa que gritou de forma ensurdecedora. Ele também levou sua estola, simbolismo de sua autoridade perante a Igreja Católica como Sacerdote e colocou na moça que se contorcia. A situação ficou incontrolável, então o padre encerrou aquela sessão.

Após isso ele se reuniu duas outras vezes com a família de Lisa para orar por sua libertação. A oração em si era simples e pedia a proteção celeste da jovem. Era um método não tradicional que acabou fazendo a diferença. Em seus encontros Lisa sempre cuspia, rolava a cabeça e falava línguas desconhecidas, porém conforme se intensificava a oração, menos intensos eram os ataques. Durante o processo, Padre Thomas descobriu que, quando criança, Lisa havia sido abusada sexualmente por algum familiar, teria sido está a porta em sua alma que permitiu a entrada do demônio.

Além disso, o ex-namorado e sua mãe também havia lhe jogado uma grande maldição. A família de Lisa a levou até um feiticeiro que teria tentado remover tal maldade, porém a situação só piorou após essa visita. Padre Thomas acredita que não se deve brincar com ocultismo e práticas pagãs porque pouco se sabe sobre elas, assim colocando a vida das pessoas em risco.

Após a situação de Lisa continuar instável, o exorcista pediu autorização de seu bispo para finalmente realizar a cerimônia de exorcismo. Após aquela noite, Lisa pode retornar a sua vida normal sem sequelas, podendo inclusive voltar a entrar na Igreja já que antes o demônio que a comandava impedia seus passos em direção a qualquer templo.

Leia Também: