Curiosidades

Quem inventou o primeiro caderno?

Quem inventou o primeiro caderno?

Desde os primórdios da humanidade o homo sapiens teve necessidade de registrar sua história, assim nasceram as pinturas rupestres dentro de cavernas que narravam como era o ambiente e suas vidas. De uma forma curiosa, esse seria o primeiro caderno da história. Logo começou a ser criada uma linguagem conhecida como escrita cuneiforme onde imagens eram símbolos a serem gravados. Ela nasceu na Mesopotâmia e servia para registrar o cotidiano, administração e economia da época, para isso eram utilizadas pedras, argila, metal e madeira para esses registros, dando origem ao segundo tipo de ‘caderno’ da história.

Então, no Egito Antigo foi desenvolvida uma nova linguagem que hoje conhecemos como Hieróglifos que eram desenhados em longos rolos de fibras de plantas chamado Papiro. Após foi criado o Códice, o real primeiro caderno. Era muito semelhante ao nosso e facilitava o dia-a-dia já que não era preciso enrola-lo. No início os papiros eram apenas dobrados, empilhados e costurados uns aos outros, porém a primeira e última folha sempre acabavam danificadas. Por isso foi preciso utilizar madeira para proteger a pilha de papiros. Após, pensou-se em revestir a madeira com couro e também proteger as costuras através de uma lombada.

Após este período a escrita tornou-se cada vez mais comum, assim se espalhando por diferentes civilizações. Os gregos, árabes e romanos escreviam em papiros. Após, outras técnicas de encadernação começaram a surgir tal como a encadernação japonesa onde eles não dobravam o papel, mas sim uniam folhas soltas e as uniam com lindos desenhos que passavam por cima das capas. Após, durante a era Medieval, os monges começaram a aperfeiçoar os livros que foram ficando cada vez menores e mais fáceis de transportar. Na época apenas eles tinham autorização para escrever e era utilizado apenas para textos sagrados.

Isso até que Johannes Gutenberg criou uma prensa que automatizou o processo da escrita, assim tornando o processo de fazer livros muito mais rápido, o que tornou a leitura e escrita popular, deixando de fazer parte apenas do cotidiano das elites. O primeiro livro impresso na Prensa de Gutenberg foi a Bíblia em 1455. Então as coisas saíram um pouco de controle quando começaram a surgir livros refinados com ornamentos, pedrarias e até mesmo ouro líquido. Então as décadas foram se passando e esta criação da história foi se aperfeiçoando até chegarmos aos cadernos de hoje em dia. O que achou dessa curiosidade sensacional? Comente!

Leia Também: