Notícias

NASA quer voltar à Lua, mas de um jeito diferente

NASA quer voltar à Lua, mas de um jeito diferente

Em dezembro de 2017 o presidente dos EUA Donald Trump assinou uma ordem com o objetivo da NASA voltar à Lua com uma missão tripulada. Mas diferente do que se pensa, a NASA irá focar em enviar robôs para a superfície lunar com previsão de decolagem em 2019 com o satélite natural como o destino, sendo uma forma de testes para nossa volta oficial ao ambiente lunar.

“Essas ferramentas fornecerão dados científicos importantes sobre vários locais de pouso e ajudarão a NASA a entender melhor o ambiente lunar”, explicou Dennis Andrucyk, vice-administrador associado do Diretório de Missões Científicas da NASA.

O único país que conseguiu chegar à lua com sucesso foi de fato os Estados Unidos. Mas após o Apollo 17, a NASA se focou em outras partes do Sistema Solar, buscando novas descobertas científicas, complementando o conhecimento (limitado) que tínhamos do Sistema Solar. Vale ressaltar que a iniciativa privada, principalmente a SpaceX, de Elon Musk, também está de olho na exploração do espaço. Uma empresa asiática demonstrou também ter interesse em utilizar robôs para construir uma base fixa lunar, iniciando, por lá, uma colônia para depois conseguir ter uma base instalada para nós, os seres humanos.

Se o futuro nos reserva a colonização da Lua, de Marte ou uma guerra contra os aliens, só filmes de ficção cientifica podem especular com propriedade, ou até mesmo a Nasa ou a SpaceX. Nos resta esperar, esperar e esperar…

Mas e você? O que achou da decisão por parte da NASA? Comente aqui para nós!

Leia Também: