Curiosidades, Mistérios

Conheça o mistério de Amityville!

Conheça o mistério de Amityville!

Muitos de vocês não devem saber, mas eu sou um grande fã de filmes de terror, principalmente aqueles que são baseados em fatos reais… Sério, eu amo! Um do casos mais “legais” que eu conheço é de Amityville, que inclusive teve vários filmes, sendo todos eles medianos e considerados pela crítica um horror.  Eu estava assistindo recentemente Amityville: O despertar, que inclusive é o mais novo filme inspirado na casa assombrada e então decidi trazer para vocês um post sobre a casa de Amityville, considerada por muitos uma das casas mais amaldiçoadas do mundo. Espero que gostem 😀

Família DeFeo

Tudo começa no dia 13 de novembro de 1974 quando seis membros da família DeFeo são assassinados em sua própria casa localizada na 112 Ocean Avenue, no vilarejo de Amityville, em Nova York, por volta das 3:15 da madrugada. Entre as vitimas estavam os pais, Ronald e Louise, e quatro filhos do casal, Dawn, de 18 anos, Allison, de 13, Marc, de 12 anos, e John, de apenas 9. Todos eles foram mortos por um tiro de carabina enquanto dormiam. Porém, não foram todos os membros da família que morreram, o único sobrevivente foi Ronald Jr, conhecido como Butch, que na época tinha 23 anos.

Quando a policia foi ao local averiguar, logo mandou Butch para delegacia, pois lá ele não iria correr perigo, além do mais, até o momento ele era inocente. Lá ele acabou sendo interrogado e negou ter se envolvido no crime, porém os seus depoimentos apresentavam muitas falhas, o que levou Butch a ser o principal suspeito. Após muita pressão, o jovem confessou ter cometido o crime em sua casa, segundo o seu depoimento ele sempre escutava por volta das 3:15 da manhã uma voz dizendo “Mate a sua família” e depois de muito tempo, ele acabou cedendo ao pedido.

No final de 1975, Ronald DeFeo Jr. foi condenado a seis penas consecutivas de 25 anos cada. Ele está preso até hoje. Mas um dos maiores mistérios sobre esse caso é o fato de ninguém ter acordado enquanto Butch atirava em seus familiares, nem os vizinhos, além do mais o disparo da arma fez muito barulho, já que a carabina não possuía silenciador. Vale lembrar que todos os corpos foram encontrados deitados na cama, sem sinais de luta ou sedativos, ou seja, ninguém teria escutado Butch atirar com uma baita arma seis vezes. Mas como isso é possível?

(Os irmãos DeFeo)

Na época, um legista afirmou que quase todas as mortes aconteceram no mesmo tempo, o que fez com que a polícia achasse que Butch não cometeu o massacre sozinho. Butch chegou a contar diversas versões do caso, em uma delas ele acusou a própria mãe de ter cometido o massacre e em um entrevista para um livro ele disse que cometeu o crime junto de sua irmã, Dawn, de 18 anos.

Segundo ele, a ideia da matança partiu de Dawn, sua irmã, que estava irritada com seu pai por ele não deixar ela ir ver seu namorado na Flórida. Os irmãos juntos com mais dois amigos cometeram o massacre, porém, o plano só tinha como objetivo matar Ronald e Louise DeFeo, entretanto, segundo Butch, Dawn teria entrado em pânico teria matado seus irmãos mais novos também para que assim não houvessem testemunhas. Segundo ele, Dawn teria pedido para seus irmãos deitarem de bruço para que assim pudesse atirar, já que eles teriam acordado com os disparos contra seus pais.

Butch não gostou disso e por essa razão teria matado sua irmã. Após ele contar essa história, a policia abriu o caso para investigação e descobriu que Dawn possuía pólvora em sua roupa, então ela poderia muito bem ter descarregado uma arma naquela noite. História meio bizarra, não é mesmo? Se foi isso, por que os vizinhos não escutaram nada? Será que eles tiveram uma ajudinha do sobrenatural? Quer saber um pouquinho mais sobre os DeFeo? Veja o vídeo abaixo:

Família Lutz

Como Butch estava preso e acabou perdeu o direito de herdar a residência, a casa acabou sendo colocada a venda por um valor bem baixo, além do mais quem compraria uma casa que foi palco de um massacre familiar? Pois bem, George e Kathy Lutz tiveram essa coragem e em 1975, um ano após os assassinatos, compraram a casa e se mudaram para lá junto de seus três filhos. A família acabou fugindo da casa, ficando apenas 28 dias na residência.

Segundo a família, eles testemunharam aparições de figuras demoníacas, ouviram vozes de espíritos malignos, encontraram crucifixos invertidos pelos cômodos, uma espécie de gosma verde que escorria pela parede, MUITAS moscas, pontos frios em certos cômodos da casa e um quarto vermelho escondido no porão da casa. Vale lembrar que este quarto nem fazia parte da planta da casa. Se eu descobrisse um quarto vermelho escondido no meu porão eu fugia no primeiro dia, não esperava 28 não (Risos).

As experiencias da família acabaram rendendo um livro, denominado “Horror em Amityville” que acabou rendendo uma boa grana. Isso levou muitas pessoas a acreditarem que tudo não passou de uma mentira, apenas para poderem vender o livro. Atualmente a casa é habitada por uma família que nunca reclamou de nada relacionado ao sobrenatural. Quer saber um pouquinho mais? Veja o vídeo abaixo:

O que acha? Comente logo abaixo 😀

Leia Também: