Bizarro, Curiosidades, Mistérios

Como é feito o Exorcismo?

Recentemente, por causa da sexta-feira 13, acabei assistindo VÁRIOS filmes de terror para comemorar esse dia maravilhoso, porém, em vez de me assustar uma dúvida ficou martelando em minha cabeça após ver “O Exorcista” que é: Como é realizado o exorcismo? Bom, é isso que iremos descobrir hoje, além do mais, existem diversos filme sobre a prática do exorcismo, mas será que eles estão sendo representados de forma correta? Vamos descobrir juntos!

Antes de falar como ele é realizado, tenho que explicar o que é o ritual. O exorcismo é um ritual feito por uma pessoa devidamente autorizada, como um padre, para expulsar espíritos malignos de outra pessoa que está num estado de possessão demoníaca. Bom, no ritual o padre reza e joga água benta na pessoa que está possuída, isso na Igreja Católica. Na Igreja Evangélica, o exorcismo rola diante do público e o obreiro pode até chacoalhar o possuído.

Antes de dar inicio ao ritual, é dever do padre verificar se a pessoa está realmente possuída, para isso existem 4 características que podem comprovar tal possessão, são elas:  domínio de línguas desconhecidas, conhecimento de assuntos improváveis (detalhes da vida do exorcista, por exemplo), força incompatível com a condição física e a idade do sujeito, e aversão ao sagrado. Após ter certeza, o ritual é iniciado pelo padre.

Agora iremos ver os passos seguidos no ritual do exorcismo católico, visto em filmes de terror.

1 – O exorcismo deve ser discreto, sendo realizado em uma casa (Do próprio possuído na maioria dos casos) ou em um oratório, com a presença de familiares. Se a vítima apresentar força anormal e descontrole, ela deve ficar amarrada em uma cama ou cadeira. Vale lembrar que o local deve ter um crucifixo e uma imagem da Virgem Maria.

2 – O ritual começa com o padre jogando água benta na pessoa possuída, junto da água benta pode ser adicionada sal. A água, jogada sobre o atormentado e sobre os demais presentes, recorda a purificação recebida no batismo. Depois de isso feito, o padre convida todos ali presentes a orar.

3 – Agora o negócio começa a ficar tenso. Neste terceiro passo o padre começará a recitar um ou mais salmos que exaltam a vitória de Cristo sobre o Maligno chegando a ler trechos do Evangelho. O passo seguinte é impor as mãos sobre o fiel atormentado e ler mais palavras de fé.

4 – Como quarto passo, é óbvio que não poderia faltar a principal oração, o Pai-Nosso, que todos presente no local rezam de mãos dadas. O padre faz o sinal da cruz e assopra a face do possuído, dizendo mais algumas palavras sagradas contra o demônio.

5 – A grande sacada do exorcismo são as rezas finais e inclusive existem dois tipos: a deprecativa, mais “leve”, e a imperativa, usada em casos mais extremos. O ritual termina com canto de ação de graças, oração e benção.

6 – Depois de ser realizada todas as rezas e da água benta ser jogado sobre o fiel atormentado, o padre avalia se o demônio ainda esta no corpo da pessoa por meio de seu semblante: Caso ele apresente calma e demonstre paz de espírito, pode comemorar, a pessoa está livre. Porém, caso não tenha dado certo, novas sessões serão feitas até a pessoa ficar livre do demônio.

O que achou? Comente logo abaixo 😀

Leia Também: