Curiosidades, Entretenimento, Nostalgia, Tecnologia

Playstation: Conheça a sua história!

Playstation: Conheça a sua história!

Quando o assunto é vídeo-game é quase impossível não pensar em uma das maiores empresas desse ramo, a Playstation. Eu lembro como se fosse ontem o dia em que eu ganhei o meu Playstation 1, lá em 2008, ou seja, 10 anos atrás… Gostava muito de comprar jogos inspirados em filmes como “Toy Story Racer”, “Marvel vs Capcom”, “Jackie Chan Stuntmaster”, “Crash Bandicoot” e até mesmo “Peter Pan: As aventuras na Terra do Nunca”. Eu admito que passei pouco tempo com a primeira versão do console, um ano depois já estava com os olhos brilhando pelo aclamado Playstation 2, que sem dúvidas nenhuma é o melhor console da empresa, depois disso acabei virando um fã da marca e logo depois ganhei o Playstation 3 e hoje me encontro com a versão 4 do vídeo-game (Sim… Eu tive todos… Só vem PS5!).

Como eu ganhei o meu primeiro Playstation no meu aniversário de 7 anos, decidi fazer está homenagem a empresa já que daqui alguns dias eu completo 17 anos, isso mesmo… O tempo passa muito rápido. Hoje, você conhecerá a história da Playstation. Espero que gostem!

Bom, tudo começa lá em 1984 com o engenheiro elétrico da Sony Ken Kutaragi, que tinha conhecido recentemente o sistema G, um projeto de uma estação de trabalho com gráficos 3D para transmissão de TV em tempo real e, como um bom visionário, viu que era o rumo certo para a Sony entrar, porém percebeu que seria perigoso ir logo de cara nesse mundo, além do mais a Sony era bem sucedida em seu ramo de vídeo, áudio e eletrônicos em geral.

Nessa época, a Sega estava crescendo e com isso Ken decidiu procurar a Nintendo (Rainha do mercado na época) para oferecer um chip com tecnologia PCM para melhorar a qualidade do áudio dos jogos do console de 16 bits Super Nintendo, que nem tinham sido lançados, e como o Mega Drive, console da Sega, utilizava tecnologia FM, o som da BIG N acabou sendo bem superior, agradando ambas as empresas. Vale lembrar que nessa época todos os consoles ainda usavam cartuchos e Ken queria lançar algo que dependesse do CD e a única forma disso acontecer era a Nintendo o coloca-lo na equipe.

Quando a Sega anunciou que estava planejando um console mais moderno, a Nintendo se apressou e logo assinou contrato com a Sony para desenvolver o Play Station (separado mesmo) em 1990. Pois é, a Sony e a Nintendo se uniram para fazer o Play Station… Dessa você não sabia, não é mesmo?

O acordo entre as empresas era: A Sony se encarregaria de fazer a unidade de CD enquanto a Nintendo o módulo de cartucho. Ainda em 1990 a Sony mostrou o primeiro protótipo do Play Station, que trazia em sua estrutura uma entrada de CD pela frente, entrada de cartuchos em cima do console e controles idênticos ao do Super Famicom, com botões coloridos. É crossover que se chama, né?

Tudo parecia ir bem, até que algo deu errado. A Sony acabou anunciando uma parceria com a Nintendo na criação de uma unidade de CD para SNES e também a produção de alguns jogos, porém, no dia seguinte a empresa do Super Mário não confirmou a parceria e disse que a encarregada do projeto seria a Phillips. Bom, só eu que queria ver a cara de quem deu essa ideia atualmente? Deve estar bem arrependido (risos).

Ken Kutaragi acabou ficando muito chateado e acabou conversando com a Sony a respeito do futuro do console. A empresa anunciou em maio de 1991 que ao invés de cancelar o projeto, iriam fazer por conta própria o console Playstation. Depois disso, foram mais ou menos 3 anos de trabalho duro até o lançamento do primeiro vídeo-game da Sony, a empresa utilizou tecnologia 32 bits e gráficos 3D só vistos até então em estações Silicom Graphics, que eram computadores bem poderosos na década de 90, ou seja, era revolucionário.

Visando o sucesso, a Sony viu que teria que lançar vários jogos junto com o vídeo-game e por isso, em paralelo a produção do Playstation 1, criou equipes para conquistar as principais produtoras de games do mundo. Os principais argumentos usados para conseguir parcerias com as produtoras era que produzir games para o PlayStation era bem mais fácil, barato e rápido, entretanto aceitar a proposta era um tanto perigoso, além do mais, não havia nenhum console vendido no mercado, eu até chego a dizer que as empresas só aceitaram a proposta pelo nome “Sony” que já era bem conhecido no mundo.

Finalmente, em 3 de dezembro de 1994, a Sony anunciou no Japão o PlayStation versão SCPH-1000 JPN que era capaz de rodar gráficos poligonais com maior rapidez, sem falar do design bem moderno e ao mesmo tempo simples, como o próprio designer Teiyu Goto disse. Para quem não sabe, essa versão do Playstation é aquele quadradão branco com um controle completamente diferente dos vendidos pelos concorrentes. O console acabou sendo um sucesso, chegando a desbancar todas as suas concorrentes. Vale lembrar que alguns anos depois foi lançado o PSONE, uma versão slim da primeira.

Playstation 2

No final dos anos 2000, a Sony lançou oficialmente o Playstation 2 que prometia trazer um grande avanço tanto na jogabilidade, quanto nos gráficos. Esse console também era capaz de rodar filmes em DVD, o que fazia com que muitas famílias o comprassem com o pensamento de “2 em 1”, ou seja, “alegro meu filho e vejo meu filme”.

Sem querer perder o topo da industria, a Sony decidiu investir em vários exclusivos para o seu console, como Final Fantasy, Tomb Raider e Gran Turismo, além de nomes fortes como GTA e Winning Eleven (atual Pro Evolution Soccer). Mas eu nem ligava para esse jogos, lembro que os meus preferidos eram “Os Incríveis: Rise of Undermine”, “Homem-Aranha 2”, “Simpsons: Hit and Run”, “Toy Story 3” e todos do Harry Potter. Vale lembrar que esse console é considerado o mais querido entre os brasileiros pelo simples fato de que nessa época a pirataria reinava e o console podia ser desbloqueado, ou seja, 3 jogos por 10,00.

Playstation 3

Em 2006, o mundo não era só da Sony, no mercado já existiam o console Wii, da Nintendo e o Xbox 360 da Microsoft e por isso o conhecido PS3 acabou tendo um início difícil no mercado, chegando a ficar atrás da Nintendo em vendas. Além de melhorar seus gráficos, o Playstation 3 também trazia o mundo online, que inclusive era gratuito e como seu antecessor também podia rodar filmes, DVD e o mais novo Blu-Ray. Foi nessa época também que a Sony se destacou com os exclusivos, como The Last of Us e Uncharted.

 

Playstation 4

Lançado em 2013, o Playstation 4 vinha ao mercado prometendo trazer a tecnologia mais acessível, chegando a prometer jogos o mais reais possíveis, como visto em Uncharted 4, um dos primeiros jogos do console. Como seu antecessor, o PS4 também tem o serviço online, só que dessa vez pago, o que é bem triste, mas é a vida. Esse vídeo game chegou ao Brasil ainda em 2013 num valor de aproximadamente 4.000 reais e por isso esperei 3 anos para comprar o meu e mesmo assim paguei MUITO caro por ele… Meu pai amado.

O que achou do post? Comente logo abaixo… Vale lembrar que já fizemos um post contando a história do Xbox, clique aqui para ver 😀

Leia Também: