Curiosidades

5 pessoas que tiveram mortes totalmente bizarras

5 pessoas que tiveram mortes totalmente bizarras

Ao longo da história, a humanidade já se deparou com inúmeras causas de mortes, sejam por meio de espadas, balas, bombas, etc. No entanto, a estupidez ou a má sorte também levaram a uma série de maneiras estranhas de morrer, incluindo muitas que até a pessoa mais criativa jamais teria imaginado. Confira alguns desses casos:

1. Morto por uma risada incontrolável

Zeuxis, um pintor grego no século V a.C., era bastante renomado e considerado um dos maiores pintores de sua época, apesar de, infelizmente, nenhum de seus trabalhos ainda existir. Chamado por uma mulher rica para pintá-la como se fosse a deusa Afrodite, Zeuxis concordou e até chegou a finalizar a pintura. Quando ele olhou para o seu trabalho pronto, assim como a mulher que serviu de modelo, o artista começou a rir incontrolavelmente e morreu porque simplesmente não conseguiu parar. Acho que podemos considerá-lo como o pai da comédia dramática, não é mesmo?

2. Morto por ficar trancado em um baú de arroz

O príncipe Sado, herdeiro do trono coreano durante os anos 1700, não era o favorito de seu pai, o rei Yeongjo de Joseon. Propenso a problemas mentais, distúrbios do sono e delírios ao longo de sua vida, Sado também era um homem terrivelmente violento, chegando a espancar pessoas aleatoriamente. Yeongjo chegou a até mesmo abdicar do trono por um curto período, esperando que isso estimulasse seu filho a assumir alguma responsabilidade, mas seu esforço se mostrou ineficaz. Cansado das ações de Sado, o rei Yeongjo declarou seu herdeiro incapaz de governar e ordenou que ele cometesse suicídio em 1762. Quando o filho se recusou a tirar a própria vida, o rei o trancou dentro de um baú usado para guardar arroz no meio do pátio do palácio. Supostamente, Sado ainda sobreviveu por oito dias antes de finalmente morrer.

3. Morto pelo vício em suco de cenoura

Basil Brown era um entusiasta inglês da alimentação saudável que orgulhosamente falava sobre os benefícios das cenouras. Por não confiar na conduta dos médicos comuns, Brown ignorou as advertências que recebia com relação aos seus hábitos, que incluíam beber quase 4 litros de suco de cenoura por dia. Toda essa bebida acabou levando-o a se tornar viciado no suco do vegetal, além de um grave caso de icterícia. Em 1974, Brown consumiu em forma de suco e pílula 10.000 vezes a dose diária recomendada de vitamina A. Essa dose maciça fez com que o seu fígado sofresse problemas e Brown veio a óbito dez dias depois.

4. Morto por um mau funcionamento de um robô

Robert Williams era um trabalhador da linha de montagem de uma fábrica da Ford no estado americano do Michigan. No dia 25 de janeiro de 1979, ele estava vigiando um robô de 1 tonelada, que foi projetado para transportar peças de uma prateleira e levá-las para a linha de montagem. Quando ele notou que o robô apresentava problemas, Williams foi checar a máquina. De repente, o robô começou a trabalhar novamente e o acertou na cabeça, matando-o instantaneamente. Posteriormente, sua família acabou recebendo 10 milhões de dólares em indenizações, uma vez que praticamente não havia medidas de segurança em vigor na fábrica.

5. Morta por uma multidão atacando com ostras

Hipátia foi uma das maiores pensadoras femininas do Egito Romano. Ela era bastante conhecida por suas proezas intelectuais. No entanto, ela era pagã, e esse fato irritou os cristãos da cidade. Em março de 415, quando regressava do Museu de Alexandria, Hipátia foi atacada em plena rua por uma multidão de fanáticos religiosos enfurecidos. Após ser arrastada até uma igreja, eles então começaram a golpeá-la com conchas de ostras até matá-la. Depois, eles levaram seus restos mortais para fora das muralhas da cidade e os queimaram. Que crueldade!

Quantas mortes bizarras, não? Deixe o seu comentário!

Leia Também: