Bizarro, Entretenimento

Pais contratam instrutores de Fortnite para seus filhos

Pais contratam instrutores de Fortnite para seus filhos

Não é novidade para ninguém que o jogo mais conhecido atualmente é o Fortnite, que para quem não sabe, é um game de tiro e estratégia que possui o modo Battle Royale, ou seja, o último a sobreviver no mapa vence. Fortnite ganhou o coração do mundo ao ser disponibilizado gratuitamente para TODAS as plataformas e por permitir jogadores de plataformas diferentes poderem jogar juntos, por exemplo, eu que tenho um Playstation 4 posso jogar com alguém que está no PC (Ideia genial essa, sério).

Canecas para Presente

O sucesso foi tão grande que até jogadores de futebol começaram a comemorar os gols com as dancinhas disponíveis no game, como o francês Griezmann. Porém, alguns players são completamente viciados no jogo e passam horas do dia tentando aprimorar cada vez mais as suas habilidades e segundo o “Wall Street Journal”, alguns pais estariam contratando “professores” de Fortnite para treinarem seus filhos.

 

Em entrevista ao jornal, os pais demonstraram diferentes visões sobre tal ação, alguns dizem que não querem ver seus filhos perderem uma partida, já outros alegam que as aulas ao lado dos filhos seria uma forma de construir laços de afeto. Os “professores” de Fortnite podem ser encontrados com facilidade nas redes sociais e em sites focados nisso, inclusive o jornal foi atrás de um desses trainadores, que possui apenas 18 anos e é conhecido por ser um jogador profissional e quando perguntado sobre a decisão dos pais, o jovem logo expressou que acha a situação estranha, chegando a dizer que o seu pai nunca pagaria para ele ter aulas de vídeo game.

Na minha opinião, é ridículo os pais quererem contratar um treinador para que os filhos não percam mais, eu jogo esse jogo todo dia com meu amigo e admito que sou horrível, mas uma hora ou outra eu mato alguém sem querer (risos) e isso é muito legal. Eu acho que jogar por diversão, independente se vai vencer ou perder, é bem melhor, além do mais, é só um jogo de vídeo game que daqui alguns anos ninguém mais vai lembrar, provavelmente.

Se os pais querem criar um laço de afeto com o filho, é simples, sente do lado dele e comece a jogar, faça da sua morte no jogo algo engraçado, algo que ensine ao filho que perder não é o fim do mundo, já que a maioria dos pais entrevistados possuem filhos na faixa dos 10 anos, então é importante mostrar para eles isso.

Mas e você, o que acha a respeito? Comente logo abaixo 😀

Leia Também: