Bizarro, História, Mistérios

O misterioso caso do navio Carroll A. Deering

O misterioso caso do navio Carroll A. Deering

Se você gosta de histórias sobre navios fantasmas pode se animar, pois esse caso é um dos mistérios marítimos mais famosos e intrigantes de todos os tempos. Quando o Carroll A. Deering foi descoberto em 1921, sua tripulação havia desaparecido e seu casco estava encalhado nas rochas traiçoeiras do Cabo Hattera. Especulações sobre o que poderia ter acontecido continuam até hoje, mas nenhuma explicação definitiva para o desaparecimento da tripulação foi comprovada.

Caneca para Presente

Em agosto de 1920, cinco meses antes da escuna de cinco mastros ser descoberta abandonada, o Carroll A. Deering havia partido de Norfolk, Virgínia, em ótimo estado, com um experiente capitão e uma tripulação de dez homens com destino ao Rio de Janeiro transportando cargas de carvão. O navio partiu em 22 de agosto e, embora o capitão William H. Merritt adoecesse alguns dias depois e tivesse de ser substituído pelo capitão WB Wormell, recrutado às pressas, o navio entregou a carga no horário previsto. Em 2 de dezembro de 1920 a embarcação dava adeus à capital carioca e iniciava seu retorno aos Estados Unidos.

Após deixar o Rio, o navio fez uma parada em Barbados para abastecimento. O navio só seria visto novamente em 28 de janeiro de 1921, quando um guarda-farol foi saudado por um homem aparentemente ruivo. Esse homem supostamente tinha um sotaque estrangeiro e havia dito ao guarda-farol que a embarcação tinha perdido sua ancora, mas eles não foram capaz de transmitir a mensagem devido a problemas no rádio.

Em 31 de janeiro de 1921, o Deering foi avistado encalhado na costa do Cabo Hatteras, na Carolina do Norte, o qual já era um local comum de naufrágios. Os navios de resgate não conseguiam aproximar-se devido ao mau tempo até o dia 4 de fevereiro, quando ficou bem claro que a escuna havia sido completamente abandonada. O equipamento de navegação e registro do navio haviam sumido, além dos pertences pessoais da tripulação e os dois botes salva-vidas. Na cozinha, parecia que certos alimentos estavam sendo preparados para a refeição do dia seguinte, no momento do abandono.

Caneca para Presente

Um navio da Guarda Costeira Americana tentou salvar o Deering, mas isso acabou sendo inviável. O navio se afundou completamente após ser detonado com o uso dinamites em março de 1921, para evitar que ele se tornasse um perigo para outros barcos que navegavam por lá.

Os relatos da suposta insatisfação da tripulação com o novo capitão WB Wormell levaram a especulações de que um motim poderia ter ocorrido, enquanto investigações do FBI apontavam teorias que variam desde piratas a até mesmo gangsteres especialistas em saquear rum. Nenhuma das hipóteses tiveram sucesso. Algumas pessoas até sugeriram que o famoso Triângulo das Bermudas fosse o culpado da história. E assim, o Carroll A. Deering continua a ser um mistério não resolvido até os dias atuais.

O que você acha que aconteceu na embarcação? Compartilhe o seu comentário!

Você também pode gostar de