É frequente ouvir o médico receitar Predsim quando estamos com algum tipo de alergia ou problema respiratório, mas você sabe pra que, realmente, este medicamento serve? Iremos dar algumas definições deste que é um dos medicamentos mais indicados para alergias. De toda forma, recomendamos que use somente caso seja por indicação médica. Confira aí, depois desta montagem da cor da paixão abaixo!




PREDSIM é um medicamento frequentemente recomendado no tratamento de doenças osteomusculares, dermatológicas, neoplásicas, alérgicas, osteoarticulares e endócrinas, reumáticas, do colágeno, oftálmicas, respiratórias, hematológicas, dentre outras, que respondam à terapia com corticosteroides. Apresenta potente resposta anti-inflamatória, antialérgica e antirreumática no que diz respeito ao tratamento de doenças referentes aos corticosteroides.  Seu tempo de ação varia entre 1 a 2 horas após a administração. Está disponível em comprimidos, xarope e também em versão gotas.

Caaaaaalma, ainda não acabou, ainda temos mais pra falar, depois da fotinho. 🙂




Quando não usar o medicamento (contraindicações e riscos)

O Predsim não deve ser utilizado em pacientes com hipersensibilidade à prednisolona ou a outros corticosteroides ou a qualquer componente de sua fórmula.  Este medicamento é contraindicado para pacientes com infecções não controladas e infecções por fungos (micoses) que afetam o organismo todo.

Precauções

Poderá haver ajustes das doses a serem administradas de acordo com recomendações médicas, dependendo da melhora ou piora do quadro da doença tratada, análise de resposta individual do paciente e exposição deste a situações que envolvam estresse emocional e físico, como infecção grave ou cirurgia, podendo ocorrer a necessidade de monitoramento de até um ano até mesmo término de tratamento, ou usando altas doses do remédio. As complicações envolvidas no tratamento obedecem relação à dose, além de duração do tratamento. Em todo caso, o médico poderá levantar um quadro de riscos e benefícios para o uso do Predsim.

Igual a ação de outros medicamentos de composição semelhante, Predsim poderá mascarar alguns dos sinais de infecção, talvez causando surgimento de novas infecções. Quando corticosteroides são postos em uso, a possibilidade de baixa na resistência ou dificuldade em localizar a infecção é maior. Outros possíveis efeitos colaterais incluem Insuficiência secundária no córtex suprarrenal, quando o tratamento é interrompido, o que pode ser evitado com a retirada gradativa na ingestão de doses. Podendo persistir algum tempo depois do fim do tratamento. Por conta disto, caso ocorra algum tipo de estresse como cirurgias, infecções graves, parto ou traumatismo, dentre outros, durante este tempo, o tratamento à base de corticosteroides se fará necessário novamente.

Para mais informações do medicamento, consulte sua bula. E o mais importante, consulte seu médico 🙂