Curiosidades

Por que Cuba tem tantos carros antigos?

Por que Cuba tem tantos carros antigos?

Cuba é literalmente um museu de carros antigos. Em meio às ruas com edifícios coloridos em Havana, capital do país, é bastante comum avistar uma fila de carros clássicos em um cruzamento, como se estivéssemos em plena década de 50. Esses veículos, que a maioria dos amantes de carros gastaria fortunas simplesmente para tê-los em coleção, são usados diariamente ​​como meios de transporte dos cubanos. Mas por que Cuba tem essa enorme quantidade de carros antigos?

Em resumo, muitas restrições comerciais foram impostas à Cuba após a revolução. O país não é necessariamente isolado em termos de geográficos, até porque a costa da Flórida fica a apenas 178 km de distância, mas nenhum carro podia, basicamente, ser exportado dos Estados Unidos para Cuba, e os demais países que também produziam carros estavam muito distantes. Ou seja, não seria rentável importar todos esses carros novos de qualquer outro lugar.

Além disso, esses outros países também tinham um certo “medo” de fornecer carros aos cubanos. Isso porque, apesar do embargo americano não envolver necessariamente outras nações, esses países acreditavam que acabariam sendo igualmente boicotados pelos EUA em caso de maiores negociações comerciais com Cuba.

Como resultado, não apenas os cidadãos cubanos dirigem veículos fabricados por volta da década de 1950, como também esses carros são mantidos em meio a uma mistura de peças improvisadas, muitas das vezes até construídas à mão. É somente por meio da engenhosidade que esses mecanismos funcionam. Ainda assim, graças à manutenção constante, a maioria dos carros permanece em boas condições de funcionamento. Ou seja, os donos de carros da ilha precisam ser realmente criativos.

O fator econômico também tem sua contribuição na popularidade da peculiar frota cubana. Cuba obviamente não é um país rico e, portanto, qualquer maneira de reduzir seus custos operacionais ao comprar um carro pode fazer uma enorme diferença. Muitos desses carros são movidos a diesel e como esse tipo de combustível custa praticamente a metade da gasolina comum na ilha, as pessoas acabam ficando satisfeitas em possuir esses veículos clássicos.

Embora Cuba não enfrente mais tantas restrições dos EUA atualmente e seja capaz de importar carros novos, o seu alto custo acaba não sendo uma boa opção para a grande maioria das pessoas que vivem por lá. Atualmente, estima-se que existam mais de 170.000 carros antigos ou clássicos em Cuba, embora não se saiba exatamente quantos deles ainda conseguem ganhar as estradas normalmente.

Já sabia disso? Deixe o seu comentário!

Leia Também: