Curiosidades, História

Você sabia que vulcões podem ter causado revoltas no Antigo Egito?

Você sabia que vulcões podem ter causado revoltas no Antigo Egito?

O Reino Ptolemaico foi um dos períodos mais prósperos da história do Egito. Foi nessa era que ocorreram fatos como a construção e inauguração da grande Biblioteca de Alexandria e a morte de uma das rainhas mais famosas do mundo, Cleópatra. Mas esse período da história egípcia também foi marcado por várias rebeliões contra o trono controlado pela Grécia e um novo estudo sugere que esses motins talvez não estivessem totalmente ligados aos atos dos governantes tirânicos, mas sim com as erupções de vulcões que de alguma forma perturbavam o lugar.

De acordo com as pesquisas, o período de entre os anos 300 a.C. a 30 a.C. registrou um grande número de atividades vulcânicas em todo o globo e essa grande quantidade de fumaça e cinzas lançadas para a atmosfera podem ter desencadeado mudanças em lugares bem distantes da localização exata dos vulcões. Todo esse material pairando no ar produziu um grande efeito catastrófico: reduziu drasticamente a quantidade de chuvas em boa parte do mundo.

Basicamente, pouca chuva significa que não há inundações e para o povo que dependia do famoso Rio Nilo, nenhuma inundação significa escassez de alimentos. Além de alimentar o povo, as colheitas eram necessárias para arrecadar uma boa quantidade de impostos que financiava as guerras entre os reis do Egito e seus rivais. Ou seja, todo mundo se dava mal por conta disso.

Como o povo egípcio não sabia a causa exata da falta das enchentes, eles começaram a pensar em várias hipóteses. Uma dessas suposições era de que os deuses estavam zangados por alguma ação tomada equivocadamente pelo rei e por causa disso o povo resolveu demonstrar o seu descontentamento contra os seus governantes através de revoltas. Quando essa situação acontecia na mesma época da chegada de um novo rei ao trono, o povo egípcio acreditava que os deuses basicamente “odiavam” o recém-chegado e a seca seria uma forma de tentar causar a sua derrubada.

Mas alguns governantes do Antigo Egito conseguiram driblar essa insatisfação popular como a própria Cleópatra. Apesar dela não estar imune às calamidades causadas pelos vulcões, ela teve um plano brilhante: estocar comida em épocas de fartura. Desse modo, quando a fome surgia em tempos de seca, ela estava preparada para alocar recursos para as pessoas mais necessitadas, que conseguiam pagar impostos para manter a economia local funcionar.

Quem diria que grandes nuvens de fumaça poderiam levar a grandes crises políticas, não é mesmo? Comente!

Leia Também: