Curiosidades

O algodão egípcio vem mesmo do Egito?

Ter algo de algodão egípcio significa que você investiu pesado no setor casa, mesa e banho. Isso porque toalhas de banho, roupas de cama e diversas outras utilidades quando são feitas deste tipo de material acabam se tornando muito mais caras, como um artigo de luxo. Mas afinal, o algodão egípcio vem mesmo do Egito?

Sim, meu amigo e minha amiga. O algodão egípcio é cultivado em todo o Egito, porém é na região do Baixo Nilo – que fica próxima a esfinge de Gize – que é cultivado um tipo de algodão chamado Giza que é mais branco, brilhoso e possui fibras extra finas e extra longas. Caso você não seja exatamente um conhecedor dos enxovais, vou contar para você de onde surgiu a fama deste material.

Tudo começou nos tempos faraônicos quando os egípcios produziam seus próprios tecidos em linho. Então, há cerca de cinco mil anos, o algodão saiu da Índia e chegou ao Egito e, sem perder tempo, os produtores de tecido empregaram no material as mesmas técnicas já conhecidas e aplicadas no linho, assim originando uma tradição que permanece até os dias de hoje. Atualmente, 40% da produção de algodão de fibras longas, extra longas, finas e extra finas do mundo vem do país das pirâmides.

Qual a diferença entre o algodão egípcio e o algodão comum?

Além da rica história que acabo de contar – o que agrega bastante valor ao produto – o país possui características geográficas e climáticas muito favoráveis já que possui sol intenso, pouca chuva e solo bastante úmido graças a irrigação das cheias do Rio Nilo, assim provendo as condições perfeitas para o cultivo de um algodão nobre e colhido a mão com alto brilho e maciez. Agora, falando sobre suas características…

Por que é importante que o algodão tenha fibras longas e finas?

Isso proporciona maior resistência e durabilidade a peça do que algodões comuns. Durante o processo de fabricação do fio, quanto mais longa e fina for a fibra, mais fino e perfeito será o fio. Logo, o tecido será muto mais resistente e macio. Aos curiosos de plantão, um algodão de fibra longa mede de 3,4 a 4,8 cm, chegando até mesmo a 5 cm dependendo da sabra. Agora, para comparar, a fibra de algodão produzida no Brasil mede apenas 1,2 cm

Mas atenção a origem das marcas para não ser enganado, produtos feitos de algodão egípcio são bastante caros, então caso você o encontre sendo vendido a preços comuns, desconfie já que algumas marcas alegam uma composição de materiais que não é verdadeira.

Gostou das informações? Comente!

Leia Também: