Curiosidades

Qual a diferença entre neve e geada?

Quem mora em regiões frias sabe que às vezes podemos ser surpreendidos com belos e brancos campos de geada, quando pequena eu costumava imaginar que durante a noite nevava e por isso era possível ver tal paisagem durante a manhã. Porém, ao questionar meu pai sobre o assunto descobri que não era bem assim que acontecia. Afinal, qual a diferença entre neve e geada?

Pois bem, ambos os fenômenos ocorrem pela mesma razão: quando o vapor de água se torna sólido, acontece a formação da matéria branca e fofinha que conhecemos. Porém, eles acontecem em locais distintos. A neve é formada ainda nas nuvens quando este vapor d’água se transforma em cristais de gelo, quando estes passam por faixas de ar acima de 0ºC, acabam derretendo e caindo em forma de chuva ou garoa. Agora, quando este processo não ocorre, é a neve que veremos cair.

Já a geada é formada diretamente no chão ao invés das nuvens. Quando o vapor de água que esta no solo congela em função das baixas temperaturas, é possível ver uma camada de pequenas agulhas de gelo. A mais comum é conhecida por geada branca, esta congela apenas a parte de cima das plantas, assim queimando suas folhas e atrapalhando bastante a agricultura. Porém, também existe a geada negra que se forma em temperaturas abaixo dos 10ºC negativos. Esta última mata completamente os vegetais já que congelam também os vasos internos, impedindo que a seiva circule. Tanto a neve quanto as geadas podem tranquilamente ocorrer em nosso país, porém nevascas são bastante raras, ocorrendo no máximo duas por ano em terras com mais de 800 metros de altitude no Sul do país ou ainda em planaltos acima de 1500 metros na região Sudeste.

E onde ocorre a geada? Além do Sul e Sudeste, também podemos ver o fenômeno no Centro-Oeste após alguma frente fria nas longas noites de inverno. Curioso, não acha? Aplicando seus novos conhecimentos, a imagem de capa representa neve ou geada? Comente!

Você também pode gostar de