Curiosidades

Por que gatos têm bigode?

“Equipados” com vários apetrechos naturais, os gatos possuem vários atributos que os conferem impressionantes habilidades atléticas: Uma das mais aparentes características dos felinos que permite uma boa movimentação consiste em seus whiskers, ou bigode, grosso modo. Mas por que gatos têm whiskers?

A anatomia do Whisker

Um erro comum que as pessoas cometem é considerar os whiskers dos gatos (e outros mamíferos) e o cabelo humano como se fossem de composições semelhantes. Os bigodes, diferente do cabelo humano, são, na verdade, receptores de toque. Os fios mais longos e rígidos (também chamados vibrissae) são firmados em pontos muito mais profundos no corpo do gato que os receptores da parte de cima de sua cabeça.

As vibrassas são conectados ao sistema nervoso e muscular, mandando informação sobre o que está ao seu entorno diretamente aos nervos sensoriais do gato, dando a ele uma noção mais alta de sentido, ajudando-o a detectar e responder a mudanças que ocorrem em volta de si mesmo, algo como um “radar” para gatos.

Os cabelos táteis dos gatos são mais proeminentes perto do nariz, acima dos olhos, e mesmo atrás de suas patas da frente. Eles caem e crescem naturalmente.

Por isso que NUNCA se deve cortar os whiskers de um gato!

Outro erro causado pelo “excesso” de cuidado de alguns donos e donas é achar que este bigode precisa ser aparado. Alguns gatos, como a raça Devon Rex, tem um bigode encaracolado, então você deve estar pensando que não faz mal dar uma aparadinha nele, né? Mas NA VERDADE FAZ MAL, SIM! Pare com isso! Cortar o bigode de um gato pode deixar o bichano muito desorientado.

Sentindo todo o ambiente – Mesmo no escuro

Gatos possuem um órgão sensorial no fim de seus bigodes chamado de proprioceptor, o qual envia sinais táteis para o cérebro e sistema nervoso, e está relacionado à posição do corpo e membros, constituindo função importante de perceber onde toda parte do corpo está, para que decisões possam ser feitas para o próximo movimento imediatamente. Isto torna o bigode muito sensível até às menores mudanças no ambiente do gato. Os whiskers ajudam o felino a mesurar se ele cabe em um espaço apertado (mesmo sem poder vê-lo, como aquela caixa de sapato que você deixou de usar para ser a cama dele), pois respondem a vibrações no ar, tais como momentos em que o gato está caçando suas presas.

E aí, curtiu? Mande aquele comentário esperto! 🙂

Você também pode gostar de