Curiosidades

Como surgiu a expressão ‘Casa da Mãe Joana’?

Quem nunca ouviu sua mamãe enfurecida gritando: “Tá pensando que isso aqui é a Casa da Mãe Joana, meu filho?” E o que isso significa? Que você fez muita bagunça… Porém, como surgiu essa expressão?

Tudo começou lá na Idade Média, entre 1326 e 1382 com Joana, rainha de Nápoles e condessa de Provença. Ela tinha 21 anos quando elaborou uma lei bastante curiosa que justifica todos esses anos de expressão em sua homenagem, porém vamos por partes. Em 1346, os historiadores dizem que Joana I acabou envolvida em uma grande conspiração que acabou resultando na morte de sue marido. Para se proteger, neste mesmo ano ela mudou-se para Avignon, França onde vivia em bordéis. Então, em 1347, aos 21, ela normatizou todos os bordéis da cidade e criou diversas regras que impediam que homens saíssem impunes ao não pagar ou agredir as profissionais.

Foi assim que Joana I acabou se tornando uma mãe para todas as meretrizes que buscavam por proteção e uma melhora de vida, foi ai que começaram a se referir aos bordéis como ‘casa da mãe Joana’. Em Portugal a expressão era paço-da-mãe-joana, sendo este um sinônimo para prostíbulo. Foi assim que a expressão chegou até o Brasil onde a palavra paço foi mudada para casa. Hoje, ‘Casa da Mãe Joana’ é sinônimo de lugar bagunçado onde não existem regras e as pessoas fazem o que bem entendem.

Interessante, não acha? Comente!

Você também pode gostar de