Curiosidades

Conheça a belíssima arte em arrozais da vila Inakadate, no Japão

Conheça a belíssima arte em arrozais da vila Inakadate, no Japão

Desde meados de 1993, os agricultores da vila japonesa de Inakadate, na província de Aomori, se dedicam à criação de desenhos perfeitamente elaborados em arrozais, misturando uma variedade de tipos de arroz para criar obras de arte deslumbrantes em grande escala. A cada ano, esses mesmos agricultores costumam plantar arroz de cores diferentes para criar novas obras de arte que duram todo o período vegetativo até a época da colheita.

Ao longo dos anos, eles já recriaram obras de arte famosas, como Mona Lisa, e até mesmo imagens de personagens históricos, como Napoleão Bonaparte e Marilyn Monroe, além de ícones e figuras tradicionais japonesas. Para ver essas obras de arte com facilidade, uma plataforma é erguida todo ano para ser usada por centenas de milhares de visitantes que vêm de todos os cantos do Japão para visualizar esse espetáculo artístico de pertinho.

No entanto, a vista magnífica do local nem sempre foi assim. Cerca de vinte anos atrás, a vila estava perto da extinção, pois tinha uma população cada vez menor, uma dívida pública gigantesca e um grande declínio proveniente das fracas receitas da agricultura da região. O ponto de virada da situação foi a descoberta de vestígios arqueológicos de plantações de arroz que tinham mais de 2.000 anos de idade, que fizeram de Inakadate uma das regiões de cultivo de arroz mais antigas do norte do Japão.

A vila aproveitou o sucesso ao investir na arte do arroz em substituição a um parque de diversões com tema neolítico, que gerava prejuízos enormes à vila ao consumir cerca de três vezes mais o orçamento anual total de Inakadate. A arte de arroz, por outro lado, custa apenas US$ 35.000 por ano para alugar, plantar e manter os arrozais e injeta cerca de US$ 70.000 na economia local apenas com a receita proveniente da doação de turistas, já que a vila não cobra valores pela arte nos arrozais.

Para criar essas obras de arte, elas são primeiramente projetadas em um computador para descobrir onde e como plantar o arroz. Em seguida, centenas de voluntários plantam as estacas de arroz que foram geneticamente modificados para produzir uma variedade de cores, que se misturam perfeitamente com as folhas verdes nos arredores para produzir desenhos complexos. Os projetos em si têm melhorado a cada ano, à medida que os moradores aprendem com seus erros do passado e aprimoram ainda mais as suas habilidades.

Vale destacar que nos últimos anos outras vilas começaram a desenvolver suas próprias formas de arte em arrozais, mas nenhuma conseguiu atingir a perfeição e atrair tantos turistas quanto às de Inakadate.

Muito interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: