Curiosidades

Quem inventou os sapatos?

Quem inventou os sapatos?

Todos nós usamos sapatos dos mais diversos modelos, com salto ou sem, aberto ou fechado, casual ou social, é impossível que você não possua ao menos dois pares em seu armário. Porém, você já parou para pensa em quem os inventou?

Canecas para Presente

A história começa ainda no tempo das cavernas quando os homo sapiens sentiram a necessidade de proteger seus pés para não sofrerem mais ao andar sobre pedras ou ainda correrem riscos ao pisar em animais peçonhentos. Existem na Espanha e França pinturas em cavernas de 10 mil anos a. C. que mostram que ainda no período Paleolítico o homem primitivo utilizava palha e madeira para moldar seus sapatos. Após, no Antigo Egito, era comum que os sapatos fossem feitos de palha, papiro ou até mesmo fibra de palmeira. Eles eram usados apenas quando muito necessários, assim sendo carregados consigo o tempo todo. Mas é claro que se formos falar sobre os nobres, veremos que os faraós utilizavam calçados com adornos em ouro. Muito elegante.

Já nas civilizações romanas e gregas, o sapato acabou se tornando uma forma de diferenciar quem era de qual classe social. Os gregos tem um papel bastante importante nesta história, isso porque lançaram diversos modelos e foram os pioneiros ao criar um modelo para cada pé. Por lá os escravos não podiam utilizar nada que protegesse seus pés. Já em Roma era possível saber a classe social de cada individuo apenas vendo o que o mesmo utilizava em seus pés. os cônsules utilizavam calçados brancos, os senadores usavam sapatos marrons e os legiões possuíam botas em cano curto. Já na Idade Média era comum ver tanto homens quanto mulheres utilizando algo semelhante a sapatilhas de couro. Uma curiosidade interessante é que durante o século XVI saltos eram objetos masculinos que simbolizavam ostentação e riqueza. Inclusive, o famoso rei Luis XIV utilizava saltos muito altos.

Canecas para Presente

Leia também: Qual a origem do salto alto?

Agora, os sapatos como conhecemos hoje, manufaturados e bem acabados com diversos modelos e cores, surgiram apenas no início da Revolução Industrial, o que fez surgir inúmeras fábricas de calçados por toda a Europa. Ainda mais após a invenção da máquina de costura que reduziu muito os custos de uma produção e tornou o objeto mais acessível a todos. Então, no século XX o couro foi substituído pela borracha e outros materiais sintéticos, assim chegando a aparência que temos hoje.

Incrível, não acha? Comente!

Leia Também: