Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

6 coisas que você não sabia sobre o Buzz Lightyear

Boneco do Buzz Lightyear

Toy Story é uma franquia de animação que já esteve presenta na vida de muitas pessoas, sendo que parte do charme da saga tem a ver com um brinquedo em particular: o Buzz Lightyear. Esse astronauta de brinquedo se tornou tão popular que conseguiu ter a sua própria série de desenho animado e até alguns jogos de videogame.

A maioria das pessoas já conhece a jornada de Buzz como o boneco que Andy ganhou em sua festa de aniversário, causando ciúmes no cowboy Woody. Mas, você sabe o que aconteceu nos bastidores da Pixar durante o processo de criação desse personagem?

Ao longo desse post, nós vamos explorar alguns fatos interessantes sobre o Buzz Lightyear que até mesmo os fãs mais ávidos da franquia Toy Story podem desconhecer. Confira!

6. Seu nome original não tinha nada a ver com “Buzz”

Boneco do Buzz Lightyear ao lado de espaçonave

Durante o desenvolvimento inicial do primeiro Toy Story, Buzz passou por várias remodelações antes que a Pixar decidisse adotar as características com a qual todos estão familiarizados. Não apenas seu design evoluiu drasticamente se comparado com o que foi inicialmente concebido, mas seu nome também mudou consideravelmente.

Entre os nomes que a Pixar chegou a considerar para seu novo personagem estava Lunar Larry, que provavelmente não teria sido tão impactante e memorável quanto Buzz Lightyear. No entanto, é importante destacar que a escolha do nome definitivo não foi por acaso. As pessoas que trabalharam no seu desenvolvimento se voltaram para a história das viagens espaciais, nomeando Buzz Lightyear em homenagem ao astronauta Buzz Aldrin.

Propaganda. Role para continuar lendo.

5. Originalmente, a Pixar queria Jim Carrey para dar voz a Buzz Lightyear

Jim Carry em Débi e Lóide

Na versão definitiva da animação, Tim Allen fez um ótimo trabalho ao emprestar sua voz a Buzz Lightyear. No entanto, em um universo alternativo, ele nunca teria visto o interior da cabine de gravação. Em meados dos anos 90, Jim Carrey estava em alta no mundo cinematográfico, ficando famoso pelas suas atuações em filmes como Ace Ventura e Debi e Lóide, então envolvê-lo em qualquer projeto seria garantia de um ótimo negócio.

Por conta disso, a Pixar chegou a considerar Jim Carrey para dar voz a Buzz Lightyear. Embora ele fosse comumente associado aos seus personagens excêntricos e exagerados, Carrey sempre foi um ótimo dublador, o que explicava por si só a preferência da Pixar pelo seu trabalho. No entanto, a ideia nunca saiu do papel, provavelmente por causa de problemas com a agenda de Carrey e os valores envolvidos na negociação.

4. O seu traje é altamente tecnológico

Buzz Lightyear com suas asas ativadas

Woody pode ser mais alto, mas ele não tem um par de asas como o Buzz. Segundo a biografia do astronauta, essas maravilhas tecnológicas foram construídas a partir de uma liga carbônica extremamente secreta. Elas apresentam luzes vermelhas e verdes nas extremidades para evitar colisões no ar.

3. Originalmente, Buzz Lightyear iria ser vermelho

Buzz Lightyear vermelho

O esquema de cores verde, branco e roxo de Buzz Lightyear faz parte de seu visual facilmente reconhecível, mas, originalmente, o astronauta iria adotar um visual um pouco diferente. Enquanto a Pixar ainda estava tentando descobrir os traços mais adequados para Buzz, ele não só era muito mais baixo que Woody, mas também usava um traje vermelho.

Curiosamente, a escolha pela cor também não era uma simples questão de arte conceitual, pois os produtores acreditavam que o vermelho conferia ao personagem um maior destaque. Porém, depois de alguns testes iniciais de animação, ficou decidido que a paleta de cores deveria mudar para combinar com a atmosfera do filme, o que resultou na adoção do esquema de cores tradicional.

Propaganda. Role para continuar lendo.

2. O projeto do personagem quase foi perdido de forma definitiva

Buzz Lightyear em Toy Story

O “comando rm” do sistema operacional Unix é usado para apagar arquivos com praticidade. Pode parecer algo simples, mas por causa desse comando, quase ficamos sem Toy Story. Em um segmento da minissérie “Pixar Stories”, foi revelado que, durante a produção do filme, um funcionário executou o comando rm e quase destruiu vários projetos do filme, incluindo toda a parte de animação de Buzz Lightyear.

Felizmente, Galyn Susman, diretora técnica do filme, tinha uma cópia dos projetos em sua casa para que ela pudesse trabalhar no filme enquanto cuidava de seus filhos. E ainda tem gente que acha que fazer backup é besteira…

1. Ele iria sofrer um recall em Toy Story 3

Buzz Lightyear e Woody

Toy Story 3 demorou muito tempo para ser produzido, então já podemos deduzir que muitas ideias foram cortadas do filme. Em 2005, parecia que a Disney e a Pixar iriam se separar, então a Disney criou uma nova equipe de animação para lidar com um Toy Story 3 que poderia ter sido muito diferente do que conhecemos.

Nesses planos, Buzz sofreria um recall, ou seja, seria enviado de volta à fábrica onde foi produzido em Taiwan por causa de falhas estruturais. Assim, a trama iria girar em torno dos outros brinquedos, que tentariam viajar para lá com o objetivo de salvar Buzz. No entanto, nem é preciso dizer que o enredo é basicamente um remake de Toy Story 2 com Buzz como principal foco, em vez de Woody.

E você, também é fã do Buzz Lightyear? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Propaganda. Role para continuar lendo.
Propaganda

Leia Mais

Curiosidades

Chaves é sem dúvidas alguma um dos melhores seriados já exibidos na televisão. Criada por Roberto Bolãnos, a turma do Chaves foi exibida aqui...

Especial

Uma das grandes discussões presentes hoje no Brasil inclui a legalização de produtos CBD com fins medicinais. Felizmente, para quem aguardava ansiosamente, hoje temos...