Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

Gatos podem sofrer concussões?

As concussões são algo que ouvimos falar muito em relação aos seres humanos. Acidentes de carro, lesões esportivas, quedas e coisas caindo em nossas cabeças podem resultar nesse tipo de lesão cerebral capaz de causar grandes sequelas. No entanto, o que pouca gente sabe é que os gatos também podem sofrer concussões, embora esse assunto não seja amplamente comentado.

A causa mais comum da concussão em gatos tem a ver com traumas na cabeça. Isso pode ser o resultado de muitas situações, mas as mais comuns são:

  • Cair de algum lugar alto, como uma árvore, janela aberta ou de uma prateleira alta;
  • Ser atropelado por um carro;
  • Ter tentado escalar algo pesado e instável que posteriormente caiu sobre a sua cabeça;
  • Ser agredido por um outro animal ou pessoa maliciosa.

A grande maioria das fontes de traumatismo craniano e concussão em gatos ocorre ao ar livre. Por isso, manter os gatos dentro de casa reduz drasticamente o risco de eles sofrerem algum tipo de concussão.

Quais são os sinais de concussão em gatos?

Os sintomas de traumatismo craniano e concussão em gatos geralmente incluem rosto inchado, vômitos, sangramento na cabeça, convulsões e dificuldade para caminhar. No entanto, alguns sinais podem ser complicados para um leigo no assunto perceber. Assim, para ter certeza de que realmente se trata de uma concussão felina, um veterinário deverá fazer um exame físico e neurológico completo sempre que o gato se envolver em um incidente traumático.

O médico pode tentar encontrar evidências de uma concussão ao observar os olhos do animal, além de analisar movimentos anormais chamados “nistagmo”, que consiste em pupilas de tamanhos diferentes ou uma resposta anormal das pupilas à luz e à escuridão. O veterinário também pode observar se há algum tipo de sangramento nas retinas do bichano, o que pode indicar a ocorrência de um trauma.

Quais são as consequências a longo prazo da concussão em gatos?

Quando um gato sofre uma lesão na cabeça, ele pode desenvolver um dano primário no cérebro que produz sinais imediatos e que pode não ser reversível. No entanto, lesões secundárias também podem ocorrer no cérebro, geralmente resultando em inchaços ou sangramentos.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Isso acontece mais tarde (geralmente minutos a horas após o trauma inicial) e produz sintomas como paralisia, mudanças de comportamento. Em casos mais graves, isso resultar até em morte. É por isso que é essencial procurar avaliação veterinária e tratamento para o seu gato se você já viu ou suspeita de um ferimento na cabeça, ainda que os sintomas não pareçam sérios. Quanto mais você esperar, mais danos secundários poderão ser causados ao tecido cerebral.

Como é feito o tratamento da concussão felina?

Alguns casos de traumatismo craniano em gatos podem ser tratados com o simples monitoramento e controle da dor. Em outros casos, o gatinho pode precisar ser submetido a uma varredura do cérebro para determinar a extensão total do problema. Alguns gatos em estado mais grave podem precisar de hospitalização extensiva para tratamento com fluidos intravenosos, medicamentos anti-inflamatórios, analgésicos e medicamentos específicos para problemas neurológicos.

Muitas vezes, os gatos que sofreram traumatismo craniano também acabam apresentando outras lesões que devem ser tratadas simultaneamente; portanto, um exame físico geral, juntamente com outros testes, como raios-x, exames de sangue e até mesmo ressonância magnética ou tomografia computadorizada podem ser necessários para determinar quais são as medidas mais apropriadas para o tratamento.

No geral, a melhor coisa que você pode fazer para ajudar seu gato caso esteja preocupado com uma concussão é procurar um veterinário o mais rápido possível. Se o médico suspeitar de algum tipo de inchaço cerebral, o tratamento rápido com medicamentos como o manitol, que ajuda a reduzir esse inchaço, pode significar a diferença entre a vida e a morte do seu bichano.

Às vezes, você pode nem estar ciente de que seu gato foi ferido, principalmente se o trauma ocorreu fora de casa. Portanto, é importante observar o seu animal de perto o tempo todo para aprender os seus comportamentos normais e ser capaz de identificar rapidamente comportamentos anormais que possam indicar alguma lesão. Os sinais de concussão em gatos podem ser vagos e sutis, mas outras lesões simultâneas podem produzir sinais mais reconhecíveis.

Propaganda. Role para continuar lendo.

É sempre importante cuidar da saúde dos nossos gatinhos, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário abaixo!

Leia Mais

Curiosidades

Chaves é sem dúvidas alguma um dos melhores seriados já exibidos na televisão. Criada por Roberto Bolãnos, a turma do Chaves foi exibida aqui...

Especial

Uma das grandes discussões presentes hoje no Brasil inclui a legalização de produtos CBD com fins medicinais. Felizmente, para quem aguardava ansiosamente, hoje temos...

Curiosidades

Você com certeza já deve ter assistido à algum jogo de futebol na vida, certo? Ok, então acho que você também reparou que quando...