Bizarro, Curiosidades, Mistérios, Notícias

Teoria da Conspiração: As 13 Famílias

Teoria da Conspiração: As 13 Famílias

Segundo os teóricos desta conspiração as “13 famílias”, ou ainda, “Conselho das 13 famílias”, se referem as famílias, obviamente em número de treze, que seriam proprietários de 70 por cento da riqueza mundial, sendo que os 30 por cento restante seria dividido pelo restante da população do planeta Terra.

Mais do que reter esta riqueza, as “13 famílias”, controlariam a economia, a política, a religião e manipulariam todos os acontecimentos globais através de todo um esquema de poder. Os próprios adeptos desta teoria divergem quanto a nomenclatura destas famílias, mais algumas sempre aparecem na lista, contudo segue a relação mais comum:

Rothschild (Bauer ou Bower)
Bruce
Cavendish (Kennedy)
De Medici
Hanover
Habsburgo
Krupp
Plantagenet
Rockefeller
Romanov
Sinclair (St. Clair)
Warburg (del Banco)
Windsor (Saxe-Coburg-Gothe) 

Os “Rothschild”, considerada a mais poderosa das “13 famílias”. 

Estas famílias, em alguns casos seriam descendentes de linhagens medievais ou antigas, desde o hipotético descendente de Jesus de Nazaré e Maria Madalena, à tradicionais linhagens da nobreza europeia da Idade Média, ou ainda seriam uma linhagem de seres extraterrestres, que se infiltraram entre a humanidade utilizando-se da forma humanoide, os “reptilianos”. 

Atualmente o centro poder destas “13 famílias” seria dividido em três locais do planeta, seriam: 

1-    “City of London”, ou “A Cidade de Londres”, corresponde à uma área de 2.6 quilômetros quadrados dentro da “grande Londres”, embora cercada de região mais de Londres, um super centro financeiro europeu, com governo e legislação própria, não fazendo parte do Reino Unido; 

“City of London”, centro financeiro europeu. 

2-    O “Federal Reserve”, ou “Fed”, o um conjunto de banco centrais (Federais e Regionais, públicos e privados) nos EUA, localizado em Washington D. C., este conjunto é governado por um comitê de governadores o FOMC, que é responsável pela política monetária dos EUA, sendo que suas decisões não dependem do aval dos Poderes Executivo e Legislativo do país; 

O “Federal Reserve”, controla a política monetária dos EUA.

3-    O Vaticano, país independente dentro da Itália, governado pelo Papa, e sede da Santa Sé, órgão que dirige a Igreja Católica Apostólica Romana.

O Vaticano, governado pela Santa Sé católica, seria instrumentalizado pelas “13 famílias”. 

Repare que são três organizações independentes com leis próprias e de influência política, econômica e religiosa mundiais. Também são chamados de “as 13 famílias illuminatis”, pois outro componente do seu esquema de poder seria as diversas sociedades secretas (das quais já falamos em dois posts) espalhadas pelo mundo, maçonaria, skull and bones, etc. Estas sociedades seriam como galhos das “13 famílias” e da sua “Nova Ordem Mundial”, muitas vezes o membro consegue benefícios próprios ou para pequenos grupos particulares como poder político, cargos, influência na mídia, e se locuplet, conhecendo, segundo os teóricos desta conspiração, apenas parte do segredo, e trabalhando sem saber para o propósito maior de dominação mundial.

Os objetivos finais seriam: 

1 – Uma religião única, não necessariamente uma denominação religiosa específica (embora usurpem, o Vaticano como meio de poder), mas àquela que se adequar melhor, o gnosticismo, o islã, qual seja. Assim uma única forma de pensar, um único conjunto de valores, portanto mais suscetível à manipulação; 

2 – Também um governo mundial, com leis feitas de acordo com o interesse de suas corporações e sem soberanias nacionais, para que não existam barreiras aos seus interesses comerciais; 

3 – Eliminar também a livre concorrência, sim, apesar de grandes capitalistas, desejam o monopólio global para suas empresas. 

Uma preocupação das “13 famílias” é com a questão ambiental, mas segundo quem defende a existência deste grupo, não devemos nos iludir. Para controlar os recursos naturais do planeta e outras questões eco ambientais, eles pretenderiam eliminar cerca de 20 por cento da população da Terra até 2029.

Exatamente, através de seu poder e influência, fomentando guerras, e até plantando epidemias de pestes produzidas em laboratórios com fins bem específicos. Assim garantindo o “futuro” planetário, garantem seu projeto, da Nova Ordem Mundial, por gerações.

Leia Também: